Dificuldades funcionais em mulheres obesas com osteoartrite de joelhos: relação entre percepção subjetiva e desempenho motor

Autores

  • Karina Simone Souza Vasconcelos
  • João Marcos Domingues Dias Universidade Federal de Minas Gerais
  • Rosângela Correa Dias Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.1590/fpusp.v14i3.76113

Palavras-chave:

avaliação da deficiência, limitação da mobilidade, obesidade, osteoartrite do joelho.

Resumo

A osteoartrite (OA) de joelhos é uma doença crônica, associada a queixas
de dificuldades funcionais na locomoção. Não há consenso sobre a melhor forma de se avaliarem essas dificuldades e ainda não foram estabelecidos fatores que determinam o grau de dificuldades auto-relatadas. Este estudo visa investigar a relação entre fatores objetivos (velocidade de desempenho motor, duração dos sintomas e idade), subjetivos (intensidade da dor) e o grau de dificuldades funcionais
relatadas por um grupo de mulheres obesas com OA de joelhos. Em 31 voluntárias, foram realizados quatro testes de desempenho que simulam atividades funcionais: marcha usual, marcha rápida, subir escadas e descer escadas. O grau de dificuldades funcionais foi avaliado pelo questionário The Western Ontario and McMaster Osteoarthritis Index (Womac). As 31 mulheres, com média de idade 52,5+9,9 anos e de índice de massa corporal 41,1±8,0 kg/m2 apresentaram OA bilateral, há cerca de 6 anos em média, com sintomas e sinais radiográficos moderados. Os resultados mostram que a velocidade e a intensidade de dor durante os testes apresentaram correlações estatisticamente significantes com o grau de dificuldades indicado pelo Womac. As outras variáveis objetivas não apresentaram correlação significante. Para avaliar o impacto funcional da OA de joelhos em obesas, pesquisas e intervenções clínicas deveriam considerar não só fatores objetivos, mas também subjetivos, durante atividades motoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karina Simone Souza Vasconcelos

Fisioterapeuta.

João Marcos Domingues Dias, Universidade Federal de Minas Gerais

Fisioterapeuta; Professor Doutor Adjunto do Departamento de Fisioterapia da EEFFTO/UFMG (Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais).

Rosângela Correa Dias, Universidade Federal de Minas Gerais

Fisioterapeuta; Professora Doutora Adjunta do Departamento de Fisioterapia da EEFFTO/UFMG.

Downloads

Publicado

2007-12-31

Como Citar

Vasconcelos, K. S. S., Dias, J. M. D., & Dias, R. C. (2007). Dificuldades funcionais em mulheres obesas com osteoartrite de joelhos: relação entre percepção subjetiva e desempenho motor. Fisioterapia E Pesquisa, 14(3), 55-61. https://doi.org/10.1590/fpusp.v14i3.76113

Edição

Seção

Pesquisa Original