[1]
G. Lopes e A. C. de David, “Posição bipodal e unipodal em atletas do futebol de sete brasileiro com paralisia cerebral”, Fisioter Pesq., vol. 25, nº 3, p. 303-308, dez. 2018.