[1]
G. O. Santos, “Pacientes internados em unidade de terapia intensiva que não adotam postura antigravitacional apresentam maiores chances de óbito”, Fisioter Pesq., vol. 26, nº 3, p. 235-240, mar. 2019.