Região de Ribeirão Preto: O Brasil agrícola moderno

Autores

  • Denise Elias Universidade Estadual do Ceará. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.1997.123228

Palavras-chave:

Meio técnico-científico-informacional, complexo agroindustrial, consumo produtivo, cidade do campo, urbanização corporativa

Resumo

A Região de Ribeirão Preto, composta por mais de 80 municípios à nordeste do Estado de São Paulo foi, no quadro brasileiro, uma das primeiras a ser largamente exposta à produção e às trocas globalizadas das atividades agrícolas. A etapa de desenvolvimento econômico que se inicia em meados do presente século conheceu seu impulso definitivo na década de 70. Com as metamorfoses desencadeadas pela revolução científico-técnica e com as novas formas de produção material e não material por ela apropriadas, a região se transformou num palco de modernizações sucessivas, o que modificou toda sua geografia, dando novo sentido ao seu tempo e ao seu espaço. Uma de suas novas características, é um processo acelerado de urbanização e crescimento urbano, promovidos entre outros, pelas novas relações entre a cidade e o campo, desencadeadas pelas novas necessidades do consumo produtivo da agropecuária moderna

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Elias, Universidade Estadual do Ceará. Departamento de Geografia

Departamento de Geografia - UECE

Downloads

Publicado

1997-04-24

Como Citar

ELIAS, D. Região de Ribeirão Preto: O Brasil agrícola moderno. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 1, n. 1, p. 73-83, 1997. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.1997.123228. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123228. Acesso em: 6 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos