ONGS ambientalistas em busca de uma sociedade sustentável no Brasil - limites e possibilidades

Autores

  • Carmem Lúcia Lúcia Rodrigues Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.1997.123242

Palavras-chave:

ONGs ambientalismo sociedade sustentável parcerias transnacionais Rio 5

Resumo

O presente trabalho objetiva analisar de forma crítica o papel das ONGs ambientalistas brasileiras, tanto no ámbito nacional como no internacional, no período pós-Rio 92. Trata-se de um tema de difícil abordagem face à grande diversidade das entidades, marcadas por um ampio espectro ideológico, por diferentes interesses muitas vezes antagónicos -, e por distintos graus de interlocução, tanto com as comunidades locais quanto com os órgãos governamentais e agências transnacionais de cooperação. Os aspectos da temática ambiental analisados ao longo do artigo expressam a complexidade da questão, indicando alguns caminhos para pesquisa

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carmem Lúcia Lúcia Rodrigues, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

Aluna de pós-graduação do Departamento de Geografia da USP

Downloads

Publicado

1997-12-19

Como Citar

RODRIGUES, C. L. L. ONGS ambientalistas em busca de uma sociedade sustentável no Brasil - limites e possibilidades. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 1, n. 2, p. 57-65, 1997. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.1997.123242. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123242. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos