Geografia e arqueologia: análise espacial e contextual de sítios arqueológicos no estuário amazônico

Autores

  • Cristina do Socorro Fernandes Senna Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFPA e Pesquisadora do Museu Paraense Emílio Goeldi/MCTI.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2016.123728

Palavras-chave:

Paisagem. Arqueologia. Patrimônio. Estuário. Amazônia.

Resumo

As contribuições teórico-metodológicas da ecologia de paisagem com enfoque geográfico foram aplicadas à análise espacial e contextual de três sítios arqueológicos (PA-BA-83: Bittencourt, PA-BA-84: Alunorte e PA-BA-85: Jambuaçu) do projeto Arqueológico Bauxita Paragominas, no estuário amazônico. Os resultados mostraram que os artefatos, biofatos e ecofatos resgatados remetem à tradição ceramista Tupi-Guarani, que, no último milênio, desenvolveu atividades de horticultura em floresta tropical, sendo o plantio de mandioca, a caça e a coleta de frutos silvestres a principal economia do grupo, embora também mantivessem forte ligação com a planície flúvio-marinha, sobretudo para obter recursos alimentares como frutos de palmeiras, crustáceos e peixes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina do Socorro Fernandes Senna, Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFPA e Pesquisadora do Museu Paraense Emílio Goeldi/MCTI.

Profa. Dra. do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFPA e Pesquisadora do Museu Paraense Emílio Goeldi/MCTI.

Referências

AB’SÁBER, A. N. Brasil, paisagens de exceção: o litoral e o Pantanal mato-grossense, patrimônios básicos. Cotia, SP: Ateliê, 2006.

AITKEN, M. J. Physics and Archaeology. Nova York: Interscience, 1961.

ALVES, J. J. A.; LOURENÇO, J. S. Métodos geofísicos aplicados à arqueologia no estado do Pará. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, Série Geologia, v. 26, p. 1-52, 1981.

ALVES, M. A. M. S. et al. Morfodinâmica das praias de meso-macromarés da zona costeira do estado do Pará. In: X CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ESTUDOS DO QUATERNÁRIO (ABEQUA), 10., 2005, Guarapari, ES. CD-ROM de resumos expandidos, n. 0258.pdf.

BARRETO, C. A construção de um passado pré-colonial: uma breve história da arqueologia no Brasil. Revista USP, São Paulo, n. 44, p. 32-51, dez. 1999/fev. 2000.

BUTZER, K. W. Arqueología – una ecología del hombre: método y teoría para un enfoque contextual. Barcelona: Bellaterra, 1989.

COSTA, F. H. J. A. Projeto baixo Tocantins: salvamento arqueológico na região de Tucuruí (Pará). Dissertação (Mestrado em Antropologia Social e Arqueologia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993.

HODDER, I. New Generations of Spatial Analysis in Archeology. In: COLOQUIO SOBRE DISTRIBUCIÓN Y RELACIONES ENTRE LOS ASENTAMIENTOS – ARQUEOLOGÍA ESPACIAL, 1984, Teruel, ES. p. 7-24.

LEHMANN, J. et al. Amazonian Dark Earths: Origin, Properties and Management. Dordrecht: Kluwer Academic, 2003.

LIGHTFOOT, K. G. Culture Contact Studies: Redefining the Relationship Between Prehistoric and Historical Archaeology. American Antiquity, Cambridge: Society for American Archaeology, v. 60, n. 2, p. 199-217, 1995.

LIMA, R. R.: TOURINHO, M. M.; COSTA, J. P. C. Várzeas flúvio-marinhas da Amazônia brasileira: características e possibilidades agropecuárias. Belém: Ficap, 2000.

LOPES, D. F.; SILVEIRA, M. I.; MAGALHÃES, M. Levantamento arqueológico. In: Projeto Estudo e Preservação de recursos Humanos e Naturais da Área do Projeto Ferro Carajás. Relatório final, vol. 1. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 1988.

LOPES, P. R. C. et al. Programa de Arqueologia Preventiva na Área do Projeto Bauxita Paragominas/PA. Relatório final. Belém: MPEG/Vale/Fidesa, 2008.

MARTÍNEZ, V. M. F.; ZAPATERO, G. R. El análisis de territorios arqueológicos: una introducción crítica. In: COLOQUIO SOBRE DISTRIBUCIÓN Y RELACIONES ENTRE LOS ASENTAMIENTOS – ARQUEOLOGÍA ESPACIAL, 1984, Teruel, ES. p. 55-71.

MUNSELL COLORS COMPANY. Munsell Soil Colors Charts. Baltimore, 1975.

NEVES, E. G. Duas interpretações para explicar a ocupação pré-histórica na Amazônia. In: TENÓRIO, M. C. (Org.). Pré-História da Terra Brasilis. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 1999. p. 75-88.

OLIVEIRA, R. D. Zoneamento agro ambiental do município de Barcarena-Pará. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, Belém, 2002.

PEARSALL, D. M. Paleoethnobotany: A Handbook of Procedures. 2. ed. Cambridge: Academic Press, 2000.

PEREIRA, E. S. O potencial arqueológico na área da UHE-Santa Isabel. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 1999.

PEREIRA, E. M. B. Ecologia de paisagem aplicada à análise ambiental do sítio arqueológico Pa-Ba-84: Alunorte em Barcarena-PA. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Pará, Belém, 2008.

RENFREW, C.; BAHN, P. Arqueología: teorías, métodos y práctica. Madri: Akal, 1993. (Serie Textos.)

ROOSEVELT, A. C. Arqueologia amazônica. In: CUNHA, M. C. (Org.). História dos índios no Brasil. São Paulo: Fapesp/SMC/Companhia das Letras, 2006. p. 53-86.

______. Moundbuilders of the Amazon: Geophysical Archaeology on Marajo Island, Brazil. San Diego: Academic Press, 1991.

ROSSETTI, D. F.; GÓES, A. M. O neógeno da Amazônia oriental. Belém: MPEG, 2004. (Coleção Fredrich Katzer.)

SCHIFFER, M. Archaeological Context and Systemic Context. American Antiquity, v. 37, n. 2, p. 156-165, 1972.

SENNA, C. F. S. Condições paleoambientais relacionadas à ocupação da Baía de Guanabara, litoral de Cabo Frio e planície costeira do rio São João por sociedades pré-históricas: coletores-pescadores do litoral. Rio de Janeiro: Instituto de Geociências/UFRJ, 1991.

SENNA, C. S. F. et al. Paleoambientes e ocupação humana pré-histórica do estuário do rio Pará, Amazônia, no último milênio. In: CONGRESSO LATINO AMERICANO DE CIÊNCIAS DO MAR – COLACMAR, 12., 2007, Florianópolis, SC. CDROM de Resumos Expandidos.

SIMÕES, M. F. A pré-história da bacia Amazônica: uma tentativa de reconstrução. Aspectos da arqueologia amazônica. Instituto de Arqueologia Brasileira, Rio de Janeiro (catálogo), p. 5-21, 1983.

Downloads

Publicado

2016-08-21

Como Citar

SENNA, C. do S. F. Geografia e arqueologia: análise espacial e contextual de sítios arqueológicos no estuário amazônico. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 20, n. 2, p. 238-249, 2016. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2016.123728. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123728. Acesso em: 31 jul. 2021.

Edição

Seção

⟢ do ambiente e da sociedade