Planejamento e projeto paisagístico e a identificação de unidades de Paisagem: O caso da Lagoa seca do Bairro Jardim América, Rio Claro (SP)

Autores

  • Felisberto Cavalheiro Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia. Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia
  • Andréa Presotto
  • Yuri Tavares Rocha

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2003.123801

Palavras-chave:

Planejamento, paisagismo, área verde, espaço livre

Resumo

O objetivo deste trabalho é abordar a questão da identificação de unidades de paisagem, ressaltando para a necessidade absoluta de tal identificação no planejamento paisagístico e, na maioria, dos projetos paisagísticos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felisberto Cavalheiro, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia. Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

Professor Doutor, Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia. Letras e Ciências Humanas (FFLCH)

Andréa Presotto

mestranda em geografia física

Yuri Tavares Rocha

Doutor em geografia física

Downloads

Publicado

2003-06-09

Como Citar

CAVALHEIRO, F.; PRESOTTO, A.; ROCHA, Y. T. Planejamento e projeto paisagístico e a identificação de unidades de Paisagem: O caso da Lagoa seca do Bairro Jardim América, Rio Claro (SP). GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 7, n. 1, p. 161-167, 2003. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2003.123801. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123801. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Notas de pesquisa de campo