A Política de Turismo no Ceará e a Capacitação Profissional

Autores

  • Ireleno Porto Benevides Universidade Federal do Ceará Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2003.123818

Palavras-chave:

Capacitação, hospitalidade, planejamento, política pública, turistificação

Resumo

O desenvolvim en to e a diversificação do turismo no Ceará assumem a feição de uma política pública, devido razões que socialm en te justificam a ação governam en tal numa perspectiva estratégica e estruturante para criar condições de produção de territórios turísticos, apoiando-se em ações destinadas à segm en tação econômica e à desconcentração espacial de seus produtos turísticos. O PRODETUR-CE e o PAT, cauda tários das orientações do PRODETUR IS , constituem dois programas operadores do plane jam ento de longo prazo da SETUR-CE, calcado numa concepção da produção social da atratividade turística. Tendo em vista que aqueles territórios impactados constituem frentes pioneiras da parcial m odernização econômica e cultural, e considerando as especificidades sócio-culturais da população cearense, os padrões de qualidade exigidos pelos serviços turísticos sofrem constrangimentos, daí que esse trabalho produziu um quadro de referências visando subsidiar a compreensão de problemas, que devido àquelas especificidades, dificultam uma adequada qualificação das pessoas, necessária, contudo, aos níveis de excelência, requeridos para a consolidação do turismo no Ceará

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ireleno Porto Benevides, Universidade Federal do Ceará Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

Poeta e professor da Universidade Federal do Ceará. Doutorando em Geografia Humana na Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2003-12-17

Como Citar

BENEVIDES, I. P. A Política de Turismo no Ceará e a Capacitação Profissional. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 7, n. 2, p. 31-44, 2003. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2003.123818. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123818. Acesso em: 21 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos