O campo na dialética da geografia

Autores

  • Jean Tricart Professor da Universidade Louis Pasteur de Estrasburgo, França

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2017.125762

Palavras-chave:

dialética, geografia, campo na metodologia geográfica

Resumo

A análise de fenômenos particulares, tal como é encarada pelas diversas disciplinas, não deve conduzir ao isolamento desses fenômenos. Uma atitude dialética deve permitir a recolocação dos resultados analíticos obtidos em seu contexto de interferências. Em síntese, nossa abordagem é decididamente sistêmica, já que a nosso ver a teoria dos sistemas é o melhor instrumento lógico de que dispomos atualmente. Ela engloba e supera a “dialética da natureza” esboçada há um século por Engels.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jean Tricart, Professor da Universidade Louis Pasteur de Estrasburgo, França

Formação na Universidade de Paris I - Sorborne que culminou com o título de Docteur d’Etat en Géographie. Exerceu várias funções como professor a serviço das Forças Armadas em Bordeaux, Briançon, Avignon, durante a Segunda Guerra Mundial, como professor-assistente na Sorbonne e, desde 1948, como professor naUniversidadedeStrasbourg.

Fonte: Homenagem a Jean Tricart (1920-2003) Cardoso, T. / Revista Brasileira de Geomorfologia, Ano 4, No 2 (2003) 101-102 

Downloads

Publicado

2017-08-14

Como Citar

TRICART, J. O campo na dialética da geografia. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 21, n. 1, p. 305-314, 2017. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2017.125762. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/125762. Acesso em: 15 maio. 2021.

Edição

Seção

Mimeo