Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A recusa de Marx da teoria do valor - David Harvey

Carine Botelho Previatti

Resumo


Neste artigo recente, ainda não publicado em livro, David Harvey compara a teoria do valor-trabalho de Ricardo e a teoria do valor adotada por Karl Marx, trazendo uma amostra das discussões de seu mais recente livro, Capital e a loucura da razão econômica. O autor discute as diferenças entre essas teorias e seus desdobramentos nos estudos marxistas atuais, concluindo que a forma valor dos estudos de Marx não pode ser considerada um “princípio imóvel e estável no mundo tumultuado do capital, mas uma métrica instável e em constante mudança”, que se expressa nas “novas práticas de reprodução social e massivas transformações nas vontades, necessidades e desejos de toda uma população” pela inserção na vida cotidiana. Segundo o autor, isso demonstra que essa teoria está “muito além do que Ricardo tinha em mente e é igualmente distante daquela concepção de valor geralmente atribuída a Marx”.

Palavras-chave


Labour theory of value. Value theory. Karl Marx. Ricardo. Capital.

Texto completo:

PDF

Referências


BHATTACHARYA, T. Teoria da reprodução social: remapeamento de classes, opressão recente. Londres: Pluto Press, 2017.

ELSON, D. A teoria do valor do trabalho. In: ______ (Org.). Valor: a representação do trabalho no capitalismo. Londres: CSE, 1979.

HARVEY, D. Marx’s Refusal of the Labour Theory of Value. Reading Marx's Capital with David Harvey, Oxford, 2018. Disponível em: http://davidharvey.org/. Acesso em 10 maio 2018.

______. Capital e a loucura da razão econômica. London/New York: Profile/Oxford University Press, 2017.

MARX, K. O capital: a crítica da economia política. São Paulo: Boitempo, 2013. Livro I: O processo de produção do capital.

______. Elementos fundamentales para la crítica de la economía política: Grundrisse/Borrador: 1857-1858. México, DF: Siglo Veintiuno, 2007. v. I-III.

______. Valor: estudos de Marx. Londres: New Park, 1976.

OLLMAN, B. Alienação. Londres: Cambridge University Press, 1971.

VERCELLONE, C. Da subsunção formal ao intelecto geral: elementos para uma leitura marxista da tese do capitalismo cognitivo. Materialismo Histórico, n. 15, p. 13-36, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2018.145931

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Carine Botelho Previatti

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

GEOUSP: Espaço e Tempo (Online)
ISSN 2179-0892
Departamento de Geografia - FFLCH - USP
geouspusp.br / www.geografia.fflch.usp.br