Da nuvem ao território nacional: uma periodização das empresas de transporte por aplicativo no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.168573

Palavras-chave:

Uber, Plataformas digitais, Algoritmos, Uberização, Aplicativos de transporte privado

Resumo

O artigo dedica-se a compreender a entrada e a expansão das plataformas de transporte privado por aplicativos no Brasil, especialmente a partir da chegada da Uber. Inicialmente, apresenta um debate acerca do processo de uberização da economia que propõe compreender o papel ativo do espaço para a realização concreta das “plataformas digitais”, aqui entendidas como “plataformas territoriais”. Em seguida, propõe uma periodização da estratégia territorial da Uber procurando analisar seu uso do território brasileiro, bem como os conflitos com os entes estatais e a relação com seus concorrentes diretos. Finalmente, discute o papel estratégico da informação (big data, algoritmos, plataformas, geolocalização e dispositivos de vigilância remota) como elementos para se pensar uma nova gestão corporativa e algorítmica do território nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabio Tozi, Universidade Federal de Minas Gerais

Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais

Referências

ABÍLIO, L. C. Uberização do trabalho: subsunção real da viração. Passa Palavra, 2017. Disponível em: http://passapalavra.info/2017/02/110685. Acesso em: 16 out. 2017.

ANTUNES, R. O privilégio da servidão: o novo proletariado de serviço na era digital. São Paulo: Boitempo, 2018.

CONFINS. Prefeitura Municipal de Confins. Lei n. 874, de 14 de maio de 2018. Dispõe sobre a regulamentação da prestação do Serviço de Transporte Individual Privado de Passageiros Baseado em Tecnologia de Comunicação Digital e dá outras providências. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a/mg/c/confins/lei-ordinaria/2018/87/874/lei-ordinaria-n-874-2018-dispoe-sobre-a-regulamentacao-da-prestacao-do-servico-de-transporte-individual-privado-de-passageiros-baseado-em-tecnologia-de-comunicacao-digital-e-da-outras-providencias. Acesso em: 16 ago. 2019.

EM QUE CIDADES opera a Cabify? Centro de Ajuda. Disponível em: https://help.cabify.com/hc/pt-br/articles/115000996089-Em-que-cidades-opera-a-Cabify-. Acesso em: 15 jan. 2019.

HÄGERSTRAND, T. Aspects of the spatial structure of social communication and the diffusion of information. Regional Science Association Papers, v. 16, p. 27-42, 1965. doi: https://doi.org/10.1007/BF01888934.

HARDT, M.; NEGRI, A. Império. Rio de Janeiro: Record, 2001.

HOW UBER Could Justify A $120 Billion Valuation. Forbes, 3 dez. 2018. Disponível em: https://www.forbes.com/sites/greatspeculations/2018/12/03/how-uber-could-justify-a-120-billion-valuation/#21e6d1af7f9b. Acesso em: 14 mar. 2019.

HUGHES, T. P. Networks of Power: Electrification in Western Society, 1880–1930. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 1983.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa de orçamentos familiares 2017-2018: primeiros resultados. Rio de Janeiro: IBGE, 2019.

KAHIL, S. P. Psicoesfera: uso corporativo da esfera técnica do território e o novo espírito do capitalismo. Sociedade & Natureza, Uberlândia, v. 22, n. 3, p. 475-485, 2010.

KLEINER PERKINS. Internet Trends Report 2018. Disponível em: https://www.kleinerperkins.com/perspectives/internet-trends-report-2018/. Acesso em: 12 jun. 2018.

LEME, A. C. R. P. Da máquina à nuvem: caminhos para o acesso à justiça pela via de direitos dos motoristas da Uber. São Paulo: LTr, 2019.

LINCOLN, K. The geography of Uber. Pacific Standard, 11 set. 2014. Disponível em: https://psmag.com/environment/transportation-geography-uber-silicon-valley-taxi-driving-smartphone-90446. Acesso em: 2 out. 2017.

METRÔ. Pesquisa Origem e Destino 2017. Disponível em: http://www.metro.sp.gov.br/pesquisa-od/. Acesso em: 14 mar. 2019.

MOROZOV, E. Cheap cab ride? You must have missed Uber’s true cost, 2016. The Guardian, 3 jan. 2016. Disponível em: https://www.theguardian.com/commentisfree/2016/jan/31/cheap-cab-ride-uber-true-cost-google-wealth-taxation. Acesso em: 1 mar. 2016.

POCHMANN, M. A uberização leva à intensificação do trabalho e da competição entre os trabalhadores. Entrevistador: André Antunes. EPSJV-Fiocruz, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: http://www.epsjv.fiocruz.br/noticias/entrevista/a-uberizacao-leva-a-intensificacao-do-trabalho-e-da-competicao-entre-os. Acesso em: 21 nov. 2016.

RIBEIRO, A. C. T. Regionalização: fato e ferramenta. In: LIMONAD, E.; HAESBAERT, R.; MOREIRA, R. Brasil, século XXI – por uma nova regionalização: agentes, processos, escalas. São Paulo: CNPq/Max Limonad, 2004. p. 194-212.

RIFKIN, J. La nouvelle société du coût marginal zéro: l’internet des objets, l’émergence des communaux collaboratifs et l’éclipse du capitalisme. Paris: Les Liens qui Libèrent, 2014.

SANTOS, M. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. São Paulo: Record, 2000.

SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

SANTOS, M. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-científico-informacional. São Paulo: Hucitec, 1994.

SANTOS, M. L’espace partagé: les deux circuits de l’économie urbaine des pays sous-développés. Paris: M.-Th. Génin, 1975.

SÃO PAULO (Município). Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes – SMT/CMUV. Resolução n. 21, de 28 de março de 2019. Altera as Resoluções CMUV nº 01, de 12 de maio de 2016, e nº 16, de 07 de julho de 2017, e dá outras providências. Disponível em: http://legislacao.prefeitura.sp.gov.br/leis/resolucao-secretaria-municipal-de-mobilidade-e-transportes-smt-cmuv-21-de-28-de-marco-de-2019#anexos. Acesso em: 13 ago. 2019.

SÃO PAULO (Município). Decreto n. 56.981, de 10 de maio de 2016. Dispõe sobre o uso intensivo do viário urbano municipal para exploração de atividade econômica privada de transporte individual remunerado de passageiros de utilidade pública, o serviço de carona solidária e o compartilhamento de veículos sem condutor. Disponível em: http://legislacao.prefeitura.sp.gov.br/leis/decreto-56981-de-10-de-maio-de-2016. Acesso em: 15 maio 2016.

SENOR, D.; SINGER, S. Start-up Nation: The Story of Israel’s Economic Miracle. New York: Twelve, 2009.

SENTENCIA DEL TRIBUNAL DE JUSTICIA (Gran Sala). En el asunto n. C‑434/15, Asociación Profesional Elite Taxi contra Uber Systems Spain SL, de 20 de diciembre de 2017. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/ES/TXT/HTML/?uri=CELEX:62015CJ0434&from=EN. Acesso em: 15 fev. 2018.

SILVA, A. M. B. A contemporaneidade de São Paulo: produção de informações e novo uso do território brasileiro. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

SIMONDON, G. Du mode d’existence des objets techniques. Paris: Aubier-Montaigne, 1969[1958].

SLEE, T. What’s yours is mine: against the sharing economy. New York/London: OR Books, 2015.

SOBRE A LEI 10.900/2016. Uber Blog. Belo Horizonte, 3 abr. 2016. Disponível em: https://newsroom.uber.com/brazil/sobre-a-lei-10-9002016/. Acesso em: 8 set. 2016.

SOUZA, M. A. Cidades médias e desenvolvimento industrial: uma proposta de descentralização metropolitana. Estudos e Pesquisas 17, São Paulo: Secretaria de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo, 1978.

SRNICEK, N. Platform Capitalism. Cambridge: Polity, 2016.

STONE, B. The Upstarts: How Uber, Airbnb, and the killer companies of the Silicon Valley are changing the world. New York: Little, Brown and Company, 2017.

TOZI , F. As novas tecnologias da informação como suporte à ação territorial das empresas de transporte por aplicativo no Brasil. In: ZAAR, M.; CAPEL, H. (Org.). Las ciencias sociales y la edificación de una sociedad post-capitalista. Barcelona: Universidad de Barcelona/Geocrítica, 2018. v. 1. p. 172-187.

TOZI, F. Uso do território brasileiro por empresas globais de transporte por aplicativos: as estratégias de ação da Uber e as tensões advindas das resistências locais e regionais. In: ENANPEGE, 12., 2017, Dourados. Anais... Dourados: UFGD, 2017. v. 1. p. 10270-10281.

THUILLIER, T. Viva Tech: Macron veut faire de la France une “start-up nation”. L’Express, 15 jun. 2017. Disponível em: https://lentreprise.lexpress.fr/international-export/viva-tech-macron-veut-faire-de-la-france-une-start-up-nation_1918278.html. Acesso em: 27 ago. 2019.

UBER. Disponível em: https://www.uber.com/pt-BR/cities/. Acesso em: 9 dez. 2016.

UBER TECHNOLOGIES INC. Form S­1 Registration Statement. United States Securities and Exchange Commission 2019. Disponível em: https://www.sec.gov/Archives/edgar/data/1543151/000119312519103850/d647752ds1.htm. Acesso em: 29 abr. 2019.

WOODS, C. Freia e acelera: chefe da Uber no Brasil vê empresa mais madura após crises, focada em segurança e no jeitinho brasileiro. Entrevistador: Gabriel Francisco Ribeiro. Tilt-UOL, 18 out. 2019. Disponível em: https://www.uol.com.br/tilt/reportagens-especiais/entrevista-com-a-ceo-da-uber-no-brasil-claudia-woods/index.htm#novo-mantra-e-maturidade?cmpid=copiaecola. Acesso em: 2 dez. 2019.

Publicado

2021-09-17 — Atualizado em 2020-12-18

Versões

Como Citar

TOZI, F. Da nuvem ao território nacional: uma periodização das empresas de transporte por aplicativo no Brasil. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 24, n. 3, p. 487-507, 2020. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.168573. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/168573. Acesso em: 28 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos