Marxismo e política: o marxismo tem uma teoria política?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.172544

Palavras-chave:

teoria política, fenecimento do Estado, marxismo

Resumo

Este artigo de 1961 de Henri Lefebvre compõe o pouco conhecido conjunto de escritos do autor sobre o Estado e a política, ainda sem tradução para o português. A análise do empirismo político que penetrou a prática política marxista desde Lênin e produziu um vácuo teórico leva Lefebvre à crítica do marxismo tornado linguagem. Trata-se da crítica ao dogmatismo presente em germe em Lênin e desenvolvido em Stalin. O reencontro com Marx ilumina as contradições políticas que interditam a sistematização do pensamento numa filosofia política que imediatiza (pelo reflexo) a relação teoria-prática, ocultando a dialética do fim da política e do fenecimento do Estado. Por fim, a análise das diferenças entre o socialismo russo e o chinês recoloca o debate pelo ângulo das estratégias e táticas políticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Alvarez, Universidade de São Paulo

Bacharel em Ciências e Humanidades e em Planejamento Territorial pela Universidade Federal do ABC (UFABC), mestrando em geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP) e pesquisador do grupo de pesquisa Limites da Acumulação e Reprodução do Espaço (LIMIARES).

Referências

LEFEBVRE, Henri. Marxisme et politique. Le marxisme a-t-il une théorie politique ?. In: Revue française de science politique, 11ᵉ année, n°2, 1961. pp. 338-363. Retirado de: <http://www.persee.fr/doc/rfsp_0035-2950_1961_num_11_2_392623>

Downloads

Publicado

2021-04-20

Como Citar

LEFEBVRE, H. .; ALVAREZ, G. Marxismo e política: o marxismo tem uma teoria política?. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 25, n. 1, p. e-172544, 2021. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.172544. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/172544. Acesso em: 26 set. 2021.

Edição

Seção

Traduções