O MUNDO MODERNO E O ESPAÇO: APRECIAÇÕES SOBRE A CONTRIBUIÇÃO DE HENRI LEFEBVRE.

Autores

  • Anselmo Alfredo Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2006.73990

Palavras-chave:

Modernidade, abstrações concretas, mediações, simultaneidade, espaço e Henri Lefebvre.

Resumo

Trata-se de estabelecer uma análise possível da necessária relação entre o mundo moderno e as determinações espaciais para a efetivação do mesmo. Destaca-se o fato de que, na modernidade, expressa pela ampliação, em seus mais distintos sentidos, do mundo da mercadoria, os processos relativos à reprodução social serem postos e repostos pelas determinações da simultaneidade, efetividade do espaço, em detrimento das relações de sucessão, efetividade do tempo. Desta maneira, o trabalho aqui exposto destaca o papel das mediações e abstrações sociais concretizadas como espaço, tornando este uma problemática tanto social quanto analítica. A análise sobre a mesma, elevada ao plano conceitual analítico, está exposta ao longo do pensamento de Henri Lefebvre, sendo Aprodução do espaço um momento privilegiado desta sua reflexão. Procura-se, então, destacar a compreensão de Henri Lefebvre sobre a modernidade, levando-se em consideração sua imprescindível contribuição a respeito da categoria de espaço.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Anselmo Alfredo, Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Geografia
    Professor do Instituto de Geociências do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais.

Referências

CARLOS, Ana Fani Alessandri, Uma leitura sobre a cidade, In: Cidades. Grupos de Estudos Urbanos - GEU: Presidente Prudente, Vol. 1, n. 1, 2004, (pp.11-30).

CARLOS, Ana Fani Alessandri, Espaço e tempo da vida cotidiana na metrópole: Livre - Docência, Geografia, FFLCH-USP, SP, 2000, 380p.

CARLOS, Ana Fani Alessandri, “O consumo do espaço”. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri (orga.), Novos Caminhos da Geografia: SP, Contexto, 1999, (pp.173-186).

DAMIANI, Amélia Luisa, A Cidade (Des) Ordenada. Concepção e Cotidiano do Conjunto Habitacional Itaquera I: Doutorado, Geografia, FFLCH-USP, SP, 1992, 358p.

DAMIANI, Amélia Luisa, “O lugar e a produção do cotidiano”. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri (orga.), Novos Caminhos da Geografia: SP, Contexto, 1999, (pp.161-172).

DAMIANI, Amélia Luisa, “A propósito do espaço e do urbano: algumas hipóteses”, In: Cidades. Grupos de Estudos Urbanos - GEU: Presidente Prudente, Vol. 1, n. 1, 2004, (pp.79-95).

GIANNOTTI, José Arthur, Trabalho e Reflexão. Ensaio para uma dialética da sociabilidade: SP, Brasiliense, 1983, 379p.

GIANNOTTI, José Arthur, Marx. Vida e Obra, Porto Alegre, LP&M, 2000, 188p.

GIANNOTTI, José Arthur, Certa herança marxista. SP: Companhia das Letras, 2000, 333p.

HARVEY, David, Condição pós-moderna. Uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. SP, Loyola, 1992, 349p.

LEFEBVRE, Henri, Éléments de Rithimanalyse. Intriduction à la connaissance des rythmes. Paris: Silepse, 116p.

LEFEBVRE, Henri, A vida Cotidiana no Mundo Moderno. São Paulo: Ática,1991, 216p.

LEFEBVRE, Henri, Nietzsche. México: Fondo de Cultura Económica, 1987, 319p.

LEFEBVRE, Henri, Une pensée devenue monde... Faut-il abandonner Marx? Paris: Fayard, 1980, 263p.

LEFEBVRE, Henri, La revolución urbana. Madrid, Alianza Editorial, 1983, 198p.

LEFEBVRE, Henri, La vallée de Campan. Étude de sociologie rurale. Paris: Presses Universitarie de France, 1963, 220p.

LEFEBVRE, Henri, La presencia y la ausencia. Contribución a la teroía de las representaciones. México, Fondo de Cultura Económica, 1980, 277p.

LEFEBVRE, Henri, La production de l´espace. Paris: Anthropos, 1974, 485p.

LEFEBVRE, Henri, L´ideologie structuraliste, Paris: Anthropos, 1971, 251p.

LEFEBVRE, Henri, O pensamento marxista e a cidade. Lisboa: Ulissea, 1972, 173p.

LEFEBVRE, Henri, Hegel, Marx, Nietzsche ou o reino das sombras. Lisboa: Ulissea, 1976, 291p.

LEFEBVRE, Henri, Critique de la Vie quotidienne. Paris: Ed. L´Arche, 1961.

LEFEBVRE, Henri, Espacio y Politica. Barcelona: Peninsula, 1976, 157p.

LEFEBVRE, Henri (group de Navarrenx), Du contrat de Citoyenneté. Paris: Syllepse e Perscope, 1990, 382p.

LEFEBVRE, Henri, Mas alla del estructuralismo. Buenos Aires: La Pléyade, 1973, 203p.

LEFEBVRE, Henri, Tiempos equívocos. Barcelona: Kayrós, 1975, 256p.

LEFEBVRE, Henri, Introdução à modernidade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1969, 442p.

LEFEBVRE, Henri, Le droit à la ville suivi de Espace et politique. Paris: Anthropos, 1968 e 1972, 281p.

LEFEBVRE, Henri, Contribuición a la estetica. Buenos Aires: La pléyade, 1971, 157p.

LEFEBVRE, Henri, De L´Etat. Le mode de production étatique. Vol. 3. Paris, Unión Generale d´editons, 1977, 375p.

LEFEBVRE, Henri, La survie du capitalisme. La reproduction des rapports de production. Paris: Anthropos, 1973, 273p.

LEFEBVRE, Henri e outros,” Reflexões sobre o Estruturalismo e a História” In: ESCOBAR, Carlos Henrique, O método estruturalista. Rio de Janeiro: Zahar, 1967, (pp.80-103).

MARTINS, José de Souza, Henri Lefebvre e o retorno à dialética. SP: Hucitec, 1996, 151p.

MARTINS, José de Souza, O cativeiro da terra. SP: Hucitec, 1990, 157p.

MARTINS, Sérgio, A cidade “sem infância” no universo pioneiro de Chapadão do Sul (MS). São Paulo: (Mestrado, Geografia), FFLCH-USP, 1993, 215p.

MARTINS, Sérgio, “A cidade “sem infância:” a produção do espaço no mundo da mercadoria.” Boletim Paulista de Geografia. SP, 1996, (pp. 23-47).

MARX, Karl, O Capital. O processo de produção do capital. Vol. II, Tomo II, Trad. de Regis Barbosa e Flávio R. Kothe. São Paulo: Nova Cultural, 1988, 294p.

MARX, Karl, Elementos Fundamentales para la Critica de la Economia Politica . (Grundrisse) 1857~1858. Trad. Pedro Scaron- Esp. vol. I, 17ª ed. México, Argentina, Espanha Colombia: Siglo Vinteuno,1997, 500p.

MARX, Karl, Elementos Fundamentales para la Critica de la Economia Politica . (Grundrisse) 1857~1858. Trad. Pedro Scaron Esp. vol. II, 13ª ed. México, Argentina, Espanha Colombia: Siglo Vinteuno,1997, 493p.

MARX, Karl, Elementos Fundamentales para la Critica de la Economia Politica . (Grundrisse) 1857~1858. Trad. Pedro Scaron Esp. vol. III. 11ª ed. México, Argentina, Espanha Colombia: Siglo Vinteuno,1998, 349p.

PRADO JR., Caio, Formação do Brasil Contemporâneo. Colônia. São Paulo: Brasiliense, 1999, 390p.

PRADO JR., Caio, A revolução brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1977, 267p.

PRITCHARD, E. E. Evans, Os Nuer, Uma descrição do modo de subsistência e das instituições políticas de um povo nilota. São Paulo: Perspectiva, s/d, 275p.

SANTOS, Milton, El presente como espacio, Trad. Raymundo Martínez Fernandez, 1ª ed., México: Universidad Nacional Autónoma de México, 2002, 36p.

SANTOS, Milton, Pensando o espaço do homem. São Paulo: Hucitec, 1991, 63p.

SANTOS, Milton, Por uma Geografia nova. São Paulo: Hucitec e Edusp, 1978, 236p.

SANTOS, Milton, A natureza do espaço. Técnica e tempo, razão e emoção. SP: Hucitec, 1996, 308p.

SANTOS, Milton, “Sociedade e espaço: A formação social como teoria e como método” In: Boletim Paulista de Geografia, Associação dos Geógrafos Brasileiros, Seção São Paulo, n. 54, (pp.81-101.)

SEABRA, Odette Carvalho de Lima, “O pensamento de Henri Lefebvre e a Geografia” In: Boletim Paulista de Geografia, Associação dos Geógrafos Brasileiros, Seção São Paulo, n. 74, 1996 (pp.07-21.)

SEABRA, Odette Carvalho de Lima, Urbanização e fragmentação. Cotidiano e vida de bairro na metamorfose da cidade em metrópole a partir das transformações do Bairro Limão, SP, (Livre Docência), Geografia, FFLCH-USP, SP, 2003.

SILVA, Ana Cristina Mota, Do “entesouramento” à acumulação urbana. A produção do espaço de Fortaleza no século XIX,(Doutorado, Geografia). São Paulo: FFLCH-USP, SP, 2005, 450p.

SOHON-RETHEL, Alfred, Trabalho espiritual e corporal. Para a epistemologia da história ocidental, Trad. Cesare Giuseppe Galvan, mimeo, s/d, 101p.

Downloads

Publicado

2006-12-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

ALFREDO, Anselmo. O MUNDO MODERNO E O ESPAÇO: APRECIAÇÕES SOBRE A CONTRIBUIÇÃO DE HENRI LEFEBVRE. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 10, n. 2, p. 53–79, 2006. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2006.73990. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/73990.. Acesso em: 23 jul. 2024.