A PRODUÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO: DA DOMINAÇÃO À APROPRIAÇÃO

Autores

  • Oscar Sobarzo Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2006.73992

Palavras-chave:

Espaço público, produção do espaço, dominação, apropriação

Resumo

Propomos uma análise dos espaços públicos na perspectiva da produção do espaço, que relaciona os campos da dominação e da apropriação a partir da leitura da dominação política, da acumulação de capital e da realização da vida. A dominação política remete-nos ao papel do poder político e das elites na produção do espaço público; a acumulação de capital, ao surgimento de novos produtos imobiliários que aumentam a reprodução e a circulação do capital e questionam a relação do público e do privado; e, finalmente, a esfera da realização da vida humana materializa-se nos espaços públicos que possibilitam as práticas cotidianas. A partir do cotidiano muda o foco das análises dos espaços públicos da dominação para a apropriação, destacando a sua importância na produção de relações de identidade e pertencimento que permitem a leitura das possibilidades, da superação ou da subversão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Oscar Sobarzo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Downloads

Publicado

2006-12-30

Como Citar

SOBARZO, O. A PRODUÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO: DA DOMINAÇÃO À APROPRIAÇÃO. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 10, n. 2, p. 93-111, 2006. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2006.73992. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/73992. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos