Paisagem Mutante como Elemento de Análise

  • Gustavo Sobrinho Dgedge Universidade Pedagógica, Delegação de Gaza, Moçambique
  • Nelson Filipe Universidade Pedagógica, Delegação de Gaza, Moçambique
Palavras-chave: Paisagem, Mutação, ensino de geografia.

Resumo

Em Moçambique o Currículo Local permite conhecer a realidade próxima do aluno. A formação de professores de Geografia inclui agora a preocupação pelo conhecimento da influência dos fenômenos locais e externos na modificação da paisagem ao redor do aluno. Na Universidade Pedagógica, a formação de professores de Geografia havia-se desligado da realidade, sendo o ensino monótono e muito teórico. A localização da Delegação de Gaza numa área em constante mutação paisagística trouxe outra dinâmica na formação docente, passando a paisagem a ser um objecto de análise, permitindo que o futuro professor apreenda que é necessário romper com a geografia da sala de aulas. O estudante aprende a visualizar que as paisagens são construídas a partir das dinâmicas sociais, não existindo uma sociedade fora da natureza e que os fenômenos são localizados temporal e territorialmente no local onde ocorrem, tendo e recebendo influências de outros lugares e doutros períodos. O contato direto com a paisagem permite a utilização da linguagem cartográfica como metodologia importante para a construção do conhecimento geográfico. Neste trabalho mostra-se como é que a mutação da paisagem é utilizada no processo de ensino e aprendizagem no Curso de Geografia da Universidade Pedagógica, Delegação de Gaza.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-12-30
Como Citar
Dgedge, G., & Filipe, N. (2011). Paisagem Mutante como Elemento de Análise. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), (29), 133-142. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2011.74211
Seção
Artigos