IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE ARTESANAL DE MARISCAGEM PARA AS POPULAÇÕES NOS MUNICÍPIOS DE MADRE DE DEUS E SAUBARA, BAHIA

Autores

  • Rosenaide Santos Jesus Universidade Federal da Bahia
  • Catherine Prost Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2011.74236

Palavras-chave:

Atividade artesanal, Mariscagem, Madre de Deus, Saubara, Análise socioambiental.

Resumo

 

O presente estudo teve como objetivo analisar os aspectos socioambientais relacionados à atividade de mariscagem desenvolvida nos municípios de Madre de Deus e Saubara, Bahia. Para atingir o objetivo proposto foi realizado levantamento de dados; foram aplicados questionários contendo questões relativas a dados socioeconômicos dos entrevistados, espécies animais mais coletadas, principais modificações ocorridas no ecossistema manguezal; e foi feita observação direta da área de estudo. Os dados foram tabulados em planilhas eletrônicas e interpretados. Verificou-se que a atividade de mariscagem é desenvolvida nos dois municípios por populações de baixo ou nenhum poder aquisitivo. Estas atividades estão comprometidas devido ao estado de conservação do ecossistema manguezal e consequentemente dos produtos deste.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosenaide Santos Jesus, Universidade Federal da Bahia

Estudante do curso de Pós-Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente, mestrado, pelo Departamento de Geoquímica, Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia.

Catherine Prost, Universidade Federal da Bahia

Professora Adjunto do Departamento de Geografia e membro do Colegiado do Curso de Pós-Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente, Universidade Federal da Bahia.

Downloads

Publicado

2011-04-30

Como Citar

JESUS, R. S.; PROST, C. IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE ARTESANAL DE MARISCAGEM PARA AS POPULAÇÕES NOS MUNICÍPIOS DE MADRE DE DEUS E SAUBARA, BAHIA. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 15, n. 3, p. 123-137, 2011. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2011.74236. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74236. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos