O AQÜÍFERO GUARANI E SEUS PARÂMETROS JURÍDICOS: PERSPECTIVAS E LÓGICAS DA ESCASSEZ DE ÁGUA DOCE

  • Christian Guy Caubet Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Aqüífero Guarani, Práticas e normas internacionais para Aqüíferos, Normas internas brasileiras para águas de superfície e aqüíferos.

Resumo

 

O Aqüífero Guarani não é um tanque de água subterrâneo. É um conjunto fraturado de eventuais oportunidades de obter água potável em diversos lugares. Quando usadas suas águas, cria-se espaço para receber águas superficiais eventualmente contaminadas. O balanço atual do uso das águas de superfície e subterrâneas, no mundo todo, evidencia que a mercantilização substitui rapidamente as antigas obrigações de políticas públicas de providenciar água de qualidade em quantidades suficientes para o conjunto da população. As normas nacionais e internacionais recém adotadas não são suficientes para reverter o quadro atual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christian Guy Caubet, Universidade Federal de Santa Catarina
Prof. Direito/Universidade Federal de Santa Catarina; Pesquisador IA CNPq.
Publicado
2012-08-30
Como Citar
Caubet, C. (2012). O AQÜÍFERO GUARANI E SEUS PARÂMETROS JURÍDICOS: PERSPECTIVAS E LÓGICAS DA ESCASSEZ DE ÁGUA DOCE. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), (31), 146-160. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2012.74276