A QUESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NO DEBATE SOBRE SEGURANÇA AMBIENTAL

Autores

  • Gilberto Souza Rodrigues Junior Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2012.74290

Palavras-chave:

Segurança, Segurança Ambiental, Recursos Hídricos

Resumo

O conceito de segurança ambiental, até por fazer parte de um debate relativamente recente, não apresenta consenso nas suas formulações. No entanto fica claro que remete a um tema prioritário na agenda dos Estados nos âmbitos interno e externo: a necessidade de garantir a esse Estado o acesso a recursos, que esses sejam controlados por ele ou por atores internos, e o abastecimento satisfatório de elementos naturais tais como água, ar, alimentos e matéria-prima para a obtenção de uma ampla gama de bens.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Gilberto Souza Rodrigues Junior, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

    Doutor em Geografia Humana pelo Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Referências

ALLAN, T. Israel and water in the framework of the Arab-Israeli conflict. Occasional Paper 15, SOAS Water IssuesGroup: 11. [Paper given at the Conference on Water and the Arab-Israeli conflict at the Center of Law at Bir Zeit University – 29 April – 1 May 1999] Disponível em: . Acesso em: jul. 2009.

BECKER, B. Inserção da Amazônia na Geopolítica da água. In: ARAGÓN, L E.; CLÜSENER-GODT, M. (Org.). Problemática do uso local e global da água da Amazônia. Belém: NAEA, 2003. p. 273-297.

BECK, U. La sociedad del riesgo: hacia una nueva modernidad. Barcelona: Paidós Ibérica, 2006.

BRICHS, Ferrán Izquierdo. Guerra y Agua: objetivos y actitudes de los actores en El conflicto por Palestina 2002. 563 f. Tesis

Doctoral – Departamento de Derecho Público y Ciencias Histórico-Jurídicas, Universitat Autònoma de Barcelona, Barcelona, 2002.

CANO, J. S. De la seguridad compartida a la seguridad ecológica. Ecologia Política. Barcelona, v. 15, p. 11-46, 1998.

CMMAD – COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO. Nosso futuro comum. 2 ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1991. 430p.

CONNOR, S. L’eau, source dês conflits de demain. Le Monde Diplomatic. Courrier International – The economist Publication.

Paris, p. 54-55, 1996.

COSTA, W. M. Valorizar a água da Amazônia: uma estratégia de inserção nacional e internacional. In: ARAGÓN, L E.; CLÜSENERGODT, M. (Orgs.). Problemática do uso local e global da água da Amazônia. Belém: NAEA, 2003. p. 299-320.

DABELKO, G. D; DABELKO, D. D. Seguridad medioambiental: cuestiones polêmicas y redefiniciones. Ecologia Política, Barcelona, v. 15, p 31-46, 1998.

ELLIOT, Lorraine. The global politics of the environment. Londres: Macmillan, 1998. 331p.

GLEICK, Peter H. Water in crisis: a guide to the world`s fresh water resources. New York: Oxford University Press, 1993. 504p.

GLEICK, Peter H. Amarga agua dulce: los conflictos por recursos hídricos. Ecologia Política, Barcelona, v. 8, p 85-106, 1994.

GRASA, Rafael. Los conflictos “verdes”: sudimensión interna e internacional. Ecologia Política, Barcelona, v. 8, p 25-40, 1994.

HOBBES, T. Leviatã ou matéria: forma e poder de um estado eclesiástico e civil. 3ª ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988. 423 p.

HOMER-DIXON, Thomas F. Environmental Change and Violent Conflict. Emerging Issues – Occasional Paper Series of the American Academy of Arts and Sciences – International Security Studies Program, American Academy of Arts and Sciences, Cambridge, Occasional Paper nº 4, Jun. 1990.

LE PRESTRE, P. Ecopolítica Internacional. São Paulo: SENAC São Paulo, 2000. 518 p.

LIBISZEWSKI, Stephan. Water disputes in the Jordan Basin Region and their role in the resolution of the Arab Israeli conflict. Zurich: Center for Security Studies and Conflict Research, 1995. Disponível em: http://www.mideastweb.org. Acesso em: set. 2007.

PETRELLA, R. A água. O desafio do bem comum. In: NEUTZILING, I. (Org.). Água: bem publico universal. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2004.

RIBEIRO, W. C. A ordem ambiental internacional. São Paulo: Contexto, 2001. 176 p.

RODRIGUES JR., G. S. Geografia Política e os recursos hídricos compartilhados: o caso israelo-palestino. 2010. 231 f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São

Paulo, 2010.

ROUSSEAU, Jean-Jaques. Do contrato social; Ensaio sobre a origem das línguas; Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens; Discurso sobre as ciências e as artes. 2ª ed. São Paulo: Abril Cultural, 1978. 432p. (os Pensadores)

SHIVA, V. Guerras por água: privatização, poluição e lucro. São Paulo: Radical Livros, 2006. 178p.

VOGLER, J. The environment in International Relations: legacies and contentions (Introduction). In: VOGLER, J.; IMBER, M. F. (Org.). The environment & International Relations. London: Routledge, 1996. 236p.

Downloads

Publicado

2012-12-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

RODRIGUES JUNIOR, Gilberto Souza. A QUESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NO DEBATE SOBRE SEGURANÇA AMBIENTAL. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 16, n. 3, p. 176–197, 2012. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2012.74290. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74290.. Acesso em: 20 maio. 2024.