TERRITÓRIO USADO E SAÚDE NA METRÓPOLE DE CAMPINAS-SP

Autores

  • Mariana Vercesi de Albuquerque

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2013.74946

Palavras-chave:

Sistema Único de Saúde, Situação geográfica, Uso do território, Saúde e serviço hospitalar.

Resumo

A proposta deste artigo é de que se pense a saúde a partir das noções de bem estar e uso do território, diante do mundo como uma totalidade concreta, no período técnico-científico-informacional. Para a sistematização do conhecimento dos lugares foi utilizado o conceito de situações geográficas, definidas como um conjunto dos principais eventos que caracterizam as dinâmicas de cada lugar e seus sentidos futuros. As situações ajudam a identificar a dimensão dos desafios à concretização do bem estar em cada lugar, e lançam uma âncora no futuro para reflexão sobre a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) e a universalização da saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-08-30

Como Citar

ALBUQUERQUE, M. V. de. TERRITÓRIO USADO E SAÚDE NA METRÓPOLE DE CAMPINAS-SP. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 17, n. 2, p. 224-240, 2013. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2013.74946. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74946. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

PARTE V - Limites e horizontes da vida: território e saúde