O tempo de viagem da população rural aos serviços de saúde mapeado em sistemas de informação geográfica (SIG)

Autores

  • Ricardo Vicente Ferreira Universidade Federal do Triângulo Miineiro
  • Jorge Gustavo da Graca Raffo Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2014.81101

Palavras-chave:

Mapeamento, Sistemas de informação geográfica, Impedâncias em rede, Tempo de viagem, Serviços de saúde

Resumo

Para a população que vive no campo a distância e o tempo de viagem são parâmetros importantes para a avaliação do acesso aos serviços de saúde. O objetivo deste trabalho é apresentar uma metodologia baseada em SIG para o mapeamento das redes de estradas rurais, tendo em vista a determinação de impedâncias de viagem para a medida do tempo de viagem da população rural aos locais de atendimento à saúde. Dados sobre as classes de rodovias rurais, declividade, sinuosidade, visibilidade e uso da terra são considerados na composição de uma síntese de impedâncias e sua aplicação ao tempo de viagem por veículo automotor. A metodologia foi aplicada na Região de Registro (SP) e os resultados indicam uma distribuição espacial desigual dos serviços de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Gustavo da Graca Raffo, Universidade de São Paulo

Professor Adjunto do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Área: Geografia.

Downloads

Publicado

2014-04-30

Como Citar

FERREIRA, R. V.; RAFFO, J. G. da G. O tempo de viagem da população rural aos serviços de saúde mapeado em sistemas de informação geográfica (SIG). GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 18, n. 1, p. 211-229, 2014. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2014.81101. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/81101. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

Notas de pesquisa de campo