Potencial fitoindicador de espécies dunares a partir da modelagem preditiva na praia do Jatobá – Barra dos Coqueiros, SE

Autores

  • Sindiany Suelen Caduda Santos Universidade Federal de Sergipe
  • Rosemeri Melo Souza Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2015.99773

Palavras-chave:

Fitoindicação. Modelagem preditiva. Fragilidade/Vulnerabilidade Conservação dunar

Resumo

O artigo objetiva investigar espécies endêmicas de dunas capazes de indicar a situação ambiental da área de Barra dos Coqueiros cogitada para criação de uma Unidade de Conservação, Sergipe, a partir do potencial fitogeográfico revelado pela modelagem de distribuição de espécies. Por meio do software MAXENT foram analisadas sete espécies endêmicas de dunas incipientes e semifixas. Os potenciais distributivos estabeleceram que a R. maritima, por sua taxa de dispersão próxima de um, é importante para recuperação de áreas litorâneas. Todavia, a I. imperati, com taxa de predição próxima de zero  é a fitoindicadora de vulnerabilidade/fragilidade. A pesquisa aponta que novas ações planejadas precisam ser efetivadas para a real conservação da biodiversidade em Sergipe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sindiany Suelen Caduda Santos, Universidade Federal de Sergipe

Graduada em Ciencias Biológicas pela Universidade  Federal de Sergipe; Mestre e doutoranda em Desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA/UFS e pesquisadora do grupo de pesquisa em Geoecologia e Planejamento Territorial - GEOPLAN/UFS

Rosemeri Melo Souza, Universidade Federal de Sergipe

Pesquisadora do CNPq e Professora Associada do Departamento de Geografia da UFS. Pós-Doutora em Geografia Física (Biogeografia) pela The University of Queensland, Austrália. Doutora em Desenvolvimento Sustentável pela UnB/Universidde de Lisboa, Portugal. Membro do Conselho Científico e Pesquisadora da Fundação de Apoio à Pesquisa de Sergipe (FAPITEC-SE) e Avaliadora Externa (FFLCH/USP). Editora de Seção dos periódicos Scientia Plena (ASCI/SE) e CIAMDE (UFS). Membro do Conselho Editorial das Editoras da UFS (EDUFS/SE), Horizonte (SP) e dos periódicos científicos Investigaciones Geográficas (Argentina), Revista Nordestina de Ecoturismo (RNEcotur) e Natural Resources (ESS-Brasil), Revista Brasileira de Educação Ambiental (FURG), Revista de Geografia (UFPE), Terr@ Plural (UEPG), Equador (UFPI) e VITAS (UFF). Orienta pesquisas na graduação e, como membro permanente, nos Programas de Pós-Graduação em Geografia (NPGEO) e em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFS), do qual foi coordenadora. Lidera o Grupo de Pesquisas Geoecologia e Planejamento Territorial (GEOPLAN/CNPq). Atua em Geografia Física/Biogeografia, principalmente nos temas: Fitoindicação e Mudanças Ambientais, Monitoramento Ambiental e (In)sustentabilidade, Políticas Públicas e Território(s)

Referências

BERNARDI, H.; CORDAZZO, C.V.; COSTA, C. S. B.; Efeito das ressacas sobre Blutaparon portulacoides (St. Hill) Mears, nas dunas costeiras do sul do Brasil. Ciência e Cultura. n. 39 v. 5/6, p. 545 – 547. maio, jun. 1987.

CORDAZZO, C. V; PAIVA, J. B; SEELIGER, U. Guia Ilustrado Plantas das Dunas da Costa Sudoeste Atlântico. Pelotas: USEB, 2006.

CRIA. 2011. SpeciesLink: Sistema de informação distribuído para coleções biológicas. Electronic. Disponível em:< http://www.splink.cria.org.br.> Acesso em: 25 ago. 2011.

ESRI, ArcGis 9.3.2. Geographical Information System. Environment System Research Institute, Inc. Readlands, C.A, 2009.

FRANKLIN J.; MILLER, J. A. Mapping Species Disbrituions. San Diego State University: Cambridge University Press, 2010.

HYDRO-1K. 2008. Disponível em . Acesso em: 5 ago. 2011.

MARTINS, S.; MACHADO, S. R.; ALVES, M. Anatomia e ultra-estrutura foliar de Cyperus maritimus Poir. (Cyperaceae): estratégias adaptativas ao ambiente de dunas litorâneas. Acta bot. bras. São Paulo, n. 22, v. 2, p. 493-503. 2008.

AUTOR, 2007.

AUTOR, 2012.

PHILLIPS, S. J.; ANDERSON, R. P.; SCHAPIRE, R. E. Maximum entropy modeling of species geographic distributions. Ecological Modelling, [S. I], n. 190, p. 231 - 259. 2006.

RIZZINI, C.T. Tratado de Fitogeografia do Brasil: aspectos ecológicos, sociológicos e florísticos. 2. ed. Rio de Janeiro: Âmbito Cultural Edições Ltda, 1997.

WORLDCLIM. 2008. Versão 1.3. Disponível em . Acesso em: 20 ago. 2011.

SEENA. S; Sridhar, K. R. Nutritional and microbiological features of little known legumes, Canavalia cathartica Thouars and C. maritima Thouars of the southwest coast of India. Tradução de SANTOS, S, S, C. dos. Current Science, [S.I] v. 90, n. 12, jun. 2006.

SOUZA, V. C.; LORENZI, H. Botânica Sistemática: guia ilustrado para identificação das famílias de fanerógamas nativas e exóticas no Brasil, baseado em APG II. 2. ed. São Paulo: Instituto Plantarum, 2008.

LEONARD, R. I.; JUDDY, F. W. The Biological Flora of Coastal Dunes and Wetlands. The University of Texas-PAN American Edinburg, U.S.A, 1997.

GOMES NETO, A.; CUNHA, S. R.; VOIGT, E. L. Vegetative Propagation of the Dune Building Plant for Use in Dune Rehabilitation Projects Ipomoea Pes-Caprae. Journal of Coastal Research,. Tradução de SANTOS, S. S. C. dos. [S.I.], special issue n. 39, 2006.

Downloads

Publicado

2015-04-03

Como Citar

SANTOS, S. S. C.; SOUZA, R. M. Potencial fitoindicador de espécies dunares a partir da modelagem preditiva na praia do Jatobá – Barra dos Coqueiros, SE. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 19, n. 1, p. 128-141, 2015. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2015.99773. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/99773. Acesso em: 15 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos