[1]
C. Rizek, “Pensar a cidade é pensar o país. Francisco de Oliveira - um biógrafo não autorizado do Brasi”l, GEOUSP (Online), vol. 23, nº 2, p. 226-241, ago. 2019.