ANÁLISE QUANTIQUALITATIVA DA NORMA DE DESEMPENHO (NBR Nº 15.575/2013) E PRINCIPAIS DESAFIOS DA IMPLANTAÇÃO DO NÍVEL SUPERIOR EM EDIFICAÇÃO RESIDENCIAL DE MULTIPAVIMENTOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/gtp.v13i1.133842

Palavras-chave:

Implantação de Norma, Norma de Desempenho, NBR nº 15.575/2013

Resumo

Com o objetivo de melhorar o desempenho das edificações, seguindo tendência mundial, a NBR nº 15.575/2013, conhecida como Norma de Desempenho (ND), é dividida em seis partes e define critérios mínimos, intermediários e superiores, assim como métodos de avaliação do desempenho das edificações habitacionais. Devido à complexidade envolvida no atendimento à norma, este artigo apresenta resultados de um estudo de caso realizado durante a etapa de produção em uma obra residencial de multipavimentos que buscou atender a ND no nível superior. O objetivo do trabalho consiste em uma análise qualiquantitativa dos requisitos e critérios de desempenho da norma e a identificação das principais alterações realizadas no edifício em questão, em relação a obras tradicionalmente realizadas pela empresa construtora, tendo em vista o atendimento da ND. O método de pesquisa envolveu análise de documentos (ND, projetos, manuais, memoriais), entrevistas com projetistas e construtores e observações no canteiro de obras. Os resultados indicam que dos 155 critérios, apenas 26 estabelecem três níveis de atendimento: inferior, intermediário e superior. A análise quantitativa, em termos de complexidade de atendimento, indica que a parte da norma mais complexa de ser atendida consiste na relativa aos requisitos gerais, seguido por sistemas estruturais, sistemas de pisos e sistemas de vedação. Embora o número de critérios com três níveis seja pouco representativo (16%), a diferença de desempenho entre os níveis inferior e superior é expressiva e pode representar grande diferencial para a edificação no atendimento do nível superior. As principais mudanças e desafios para a implantação da ND, nível superior na obra estudada, consistem no expressivo número de ensaios realizados no papel, relevante da Instituição Técnica Avaliadora (ITA) e a adoção de novas tecnologias ou materiais não utilizados em obras anteriores pela empresa construtora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jonas Leonardo Pessanha de Souza, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Empresário. Graduação e Mestrado em Engenharia Civil.

Andrea Parisi Kern, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Professora na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

Bernardo Fonseca Tutikian, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Professor da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15.575-1: Edificações habitacionais – Desempenho. Parte 1: Requisitos gerais. Rio de Janeiro: ABNT, 2013.

BLACHÉRE, G. Saber construir: habitabilidad, durabilidad, economía de los edificios. Barcelona: Editores Técnicos Associados, 1967.

BONDUKI, N. G. Origens da habitação social no Brasil: arquitetura moderna, lei do inquilinato e difusão da casa própria. São Paulo: Estação Liberdade, 2004.

BORGES, C. A. M.; SABBATINI, F.H. O conceito de desempenho de edificações e a sua importância para o setor da construção civil no Brasil. São Paulo: EPUSP, 2008. (Boletim Técnico da Escola Politécnica da USP, Departamento de Engenharia de Construção Civil, BT/PCC/515).

______. Dúvidas sobre a norma de desempenho – especialistas respondem às principais dúvidas e elencam requisitos de suporte para elaboração de projetos. Brasília, DF: CBIC, 2015. 161 p.

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Norma de desempenho da construção trouxe mais qualidade para habitações. São Paulo, 5 nov. 2014. Disponível em: <https://goo.gl/ ZqrjZ2>. Acesso em: 20 dez. 2017.

FOLIENTE, G. C. Developments in performance-based building codes and standards. Forest Products Journal, Peachtree Corners, v. 50, n. 7-8, p.12-21, jul./ ago. 2000.

GONÇALVES, O. M. et al. Normas técnicas para avaliação de sistemas construtivos inovadores para habitações. Coletânea habitare, Rio de Janeiro, v. 3, p. 42-53, 2003.

GONÇALVES, F. B. et al. Avaliação dos garçons à exposição da pressão sonora em ambientes fechados com música ao vivo. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 31., 2011, Belo Horizonte. Anais… Belo Horizonte: ENEGEP, 2011.

KERN, A. P.; SILVA, A.; KAZMIERCZAK, C. S. O processo de implantação de normas de desempenho na construção: um comparativo entre a Espanha (CTE) e Brasil (NBR 15575/2013). Gestão e Tecnologia de Projetos, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 1-13, jan./jun. 2014.

MAHL, R. E.; ANDRADE, J. J. O. Aplicabilidade da norma NBR 15.575/2008 edifícios habitacionais de até cinco pavimentos – desempenho: estudo de caso e análise crítica. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 13., 2010, Canela. Anais… Canela: ENTAC, 2010.

MARICATO, E. Habitação e cidade. 5. ed. São Paulo: Atual, 1999. (Coleção Espaço & Debate)

NAKAMURA, J. Minha casa na mira. Revista Construção Mercado, São Paulo, v. 132, jul. 2012.

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DE MINAS GERAIS. Manual para contratação de projetos para o desempenho de edificações habitacionais. Belo Horizonte, 2016. 260 p.

SERRA, G. G. Post-occupancy evaluation at the urban scale in Brazil. In: PREISER, W. F. (Ed.). Building evaluation. Nova York: Plenum Press, 1989. p. 307-315.

SILVA, A. T. et al. Novas exigências decorrentes de programas de certificação ambiental de prédios e normas de desempenho. Arquitetura Revista, São Leopoldo, v. 10, n. 2, jul./dez. 2014.

SOUZA, J. L. P. Desafios na implantação do nível superior da norma de desempenho em edificação residencial em novo Hamburgo/RS. 2016. 111 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2016.

SUKSTER, R. A integração entre o sistema de gestão da qualidade e o planejamento e controle da produção em empresas construtoras. 2005. 158 f. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Engenharia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001. 205 p.

Downloads

Publicado

2018-02-01

Como Citar

Souza, J. L. P. de, Kern, A. P., & Tutikian, B. F. (2018). ANÁLISE QUANTIQUALITATIVA DA NORMA DE DESEMPENHO (NBR Nº 15.575/2013) E PRINCIPAIS DESAFIOS DA IMPLANTAÇÃO DO NÍVEL SUPERIOR EM EDIFICAÇÃO RESIDENCIAL DE MULTIPAVIMENTOS. Gestão & Tecnologia De Projetos, 13(1), 127-144. https://doi.org/10.11606/gtp.v13i1.133842

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)