Reflexões sobre os impactos da pandemia de COVID-19 no espaço doméstico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/gtp.v16i4.176851

Palavras-chave:

COVID-19, Avaliação pós ocupação, Impactos da habitação, Resiliˆência no ambiente construído

Resumo

A pandemia da COVID-19 teve seu primeiro caso registrado no Brasil em meados de fevereiro de 2020. Desde então o isolamento social foi considerado uma das ferramentas cruciais para seu enfrentamento. Parcela significativa da população teve que permanecer em casa e adaptar seus espaços para novas atividades, causando impactos nos modos de vida e consequente formas de morar. Neste contexto, o grupo [MORA] Pesquisa em Habitação da FAUED/UFU iniciou investigações acerca dos impactos da pandemia na habitação. As iniciativas fazem parte de um contexto maior de investigação sobre a Casa Resiliente e o desenvolvimento de instrumentos de avaliação pós-ocupação dos impactos e da resiliência - capacidade do ambiente construído e das pessoas de se adaptarem e responderem positivamente aos impactos ao longo do tempo. Esse artigo objetiva apresentar os principais resultados do questionário de impacto, centrado na COVID-19, aplicado de forma irrestrita e online a 468 moradores. Os resultados indicam seis principais aspectos da habitação nos quais o impacto da pandemia se faze presente de forma significativa. Mais do que nunca, questões necessárias como o espaço funcional, a ergonomia, a privacidade, a infraestrutura, a conectividade, a multifuncionalidade, a necessidade de estocagens e a flexibilidade se mostram de grande valia no momento diferente em que vivemos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Barbosa Villa, Universidade Federal de Uberlândia. Faculdade de Arquitetura, Urbanismo e Design

Arquiteta e Urbanista, Professora Associada da Faculdade de Arquitetura, Urbanismo e Design, Universidade Federal de Uberlândia. Pós-doutora pela University of Cambridge, Department of Architecture. Doutora pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Coordenadora do [MORA] Pesquisa em Habitação e do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da FAUeD/UFU. Editora da área da Arquitetura e Urbanismo da Revista Ambiente Construído (A2) de 2017-2021. Bolsista produtividade PQ2 - CNPq. Membro do Comitê de Assessoramento da FAPEMIG - Câmara Arquitetura e Engenharias - TEC. Autora dos livros “Qualidade Ambiental na Habitação: avaliação pós-ocupação”, "Avaliação pós-ocupação na arquitetura, no urbanismo e no design: da teoria à prática" e “Morar em Apartamentos”. Atua na área de Habitação, Avaliação Pós-Ocupação, Resiliência, Desempenho do Ambiente Construído, Processo de Projeto.

Gabriela Pereira Carneiro, Universidade Federal de Uberlândia. Faculdade de Arquitetura, Urbanismo e Design

Professora da Faculdade de Arquitetura, Urbanismo e Design da Universidade Federal de Uberlândia (FAUeD-UFU). Graduada e mestre em Arquitetura e Urbanismo pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU-USP). Doutora pelo programa de Pós-Graduação da FAU-USP, área de concentração: Design e Arquitetura. Atuou como professora e coordenadora do curso de Pós-Graduação em UX e Design de Interação do Instituto Europeu de Design (IED), consultora em inovação no CRIED (IED) e professora na FAAP. Com experiência internacional, desde 2002 pesquisa e desenvolve projetos que exploram a relação entre design, arquitetura e tecnologia digital, trazendo para o processo de criação de interfaces, objetos, mobiliários e espaços interativos estratégias do design thinking e design centrado no usuário. Investiga metodologias de co-criação e a apropriação criativa da tecnologia digital.

Rodrigo Araujo Moraes, Universidade Federal de Uberlândia. Faculdade de Arquitetura, Urbanismo e Design

Engenheiro Civil e Arquiteto e Urbanista pelo Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM), mestrando no Programa de Pós-graduação da Faculdade de Arquitetura, Urbanismo e Design da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e pesquisador do [MORA] Pesquisa em Habitação (PPGAU/UFU). Atuou como pesquisador bolsista (PIBIC) na área de energia fotovoltaica, tecnologia BIM e realidade virtual, possui experiência em projetos arquitetônicos e paisagísticos. Atualmente atua como Desenhista Projetista e Tutor EAD no Centro Universitário de Patos de Minas - UNIPAM nos cursos de Engenharia de Produção e Engenharia de Minas. Interessa-se pelos temas: arquitetura, avaliação pós-ocupação, habitação de interesse social, eficiência energética, flexibilidade e desenho assistido por computador.

Nathalia Lya de Melo Carvalho, Universidade Federal de Uberlândia. Faculdade de Arquitetura, Urbanismo e Design

Graduanda em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e pesquisadora do [MORA] Pesquisa em Habitação (PPGAU/UFU). Atualmente possui bolsa de iniciação científica (PIBIC) na área de habitação de interesse social. Interessa-se pelos temas: arquitetura, avaliação pós-ocupação, habitação de interesse social, história da arquitetura e das cidades, paisagismo e urbanismo.

Referências

ARUP; The Rockefeller Foundation. City Resilience Index, 2015, 16 p. Disponível em: https://www.arup.com/perspectives/publications/research/section/cityresilience-index. Acesso em 01 fev. 2020.

BARBOSA, O. L.; NEIS, A. C. Habitação em meio à pandemia: Um debate necessário. Revista Pet Economia UFES, v. 1, n. 1, p. 20-22, 2020.

BITTENCOURT, R. N. Pandemia, isolamento social e colapso global. Revista Espaço Acadêmico, v. 19, n. 221, p. 168-178, 2020.

CARLOS, A. F. A. A “revolução” no cotidiano invadido pela pandemia. In: CARLOS, A. F. A. (Org.). COVID-19 e a crise urbana. São Paulo: FFLCH/USP, 2020. Disponível em: Https://doi.org/10.11606/9786587621036. Acesso em: 30/10/2020/.

COLE, R. J. Building environmental assessment methods: redefining intentions and roles. Building Research & Information, v.33, n. 5, p. 455-467, 2005. DOI: 10.1080/09613210500219063. Disponível em: Https://doi.org/10.1080/09613210500219063. Acesso em: 30/10/2020/.

ELIAS-TROSTMANN, K.; CASSEL, D.; BURKE, L.; RANGWALA, L. Mais forte do que a tempestade: aplicando a avaliação de resiliência comunitária urbana aos eventos climáticos extremos. Documento de Trabalho. Washington, DC: World Resources Institute. Disponível em: <https://www.wri.org/publication/stronger-than-the-storm>. Acesso em fev. 2020.

FIOCRUZ. Fundação Oswaldo Cruz. O papel das redes sociais durante a pandemia. 2020. (Escrito por Mayra Malavé). Disponível em: http://www.iff.fiocruz.br/index.php/8-noticias/675-papel-redes-sociais. Acesso em: 01 março 2021.

GARCIA, J. E; VALE, B. Unravelling Sustainability and Resilience in the Built Environment. Routledge, Londres, 2017.

GRUBER, A. Covid-19: o que se sabe sobre a origem da doença. Jornal da USP, 14/04/2020. Disponível em: https://jornal.usp.br/?P=314416. Acesso em: 02 março 2021.

HASSLER, U; KOHLER, N. Resilience in the built environment, Building Research & Information, 42:2, 119-129, 2014. DOI: 10.1080/09613218.2014.873593. Disponível em: Https://doi.org/10.1080/09613218.2014.873593. Acesso em: 30 outubro 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Acesso a internet. 2018. Disponível em <https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101705_informativo.pdf> Acesso em 29 outubro 2020.

LEMOS, M. F. Sustentabilidade e Resiliência. In: III ENANPARQ. Arquitetura, Cidade e Projeto: uma construção coletiva, 2014, São Paulo. Anais do III ENANPARQ. Arquitetura, Cidade e Projeto: uma construção coletiva. São Paulo: ANPARQ. P. 1-14. 2014.

MALLORY-HILL, S.; PREISER, W. F. E.; WATSON, C. (edits). Enhancing Building Performance. Oxford, UK: Wiley-Blackwell, 330p, 2012.

MENEZES, R. C. De; JANSEN, A. C. The emergence and impacts of home office strategy during the pandemic scenario of COVID-19. In: International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS). Vol-7, Issue-9, Sep- 2020. DOI: 10.22161/ijaers.79.6. Disponível em: https://dx.doi.org/10.22161/ijaers.79.6. Acesso em: 30 outubro 2020.

New Urban Agenda. Habitat III, United Nations, 2017. Disponível em: http://habitat3.org/wp-content/uploads/NUA-English.pdf. Acesso em: 10 Janeiro 2018.

ONO, R.; ORNSTEIN, S. W.; VILLA, S. B.; FRANÇA, A. J. G. L. Avaliação Pós-Ocupação: na arquitetura, no urbanismo e no design: da Teoria à Prática. São Paulo (E-pub): Oficina de Texto, 2018.

Organização Pan Americana de Saúde. Folha informativa COVID-19 - Escritório da OPAS e da OMS no Brasil. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19. Acesso em 26 outubro 2020.

PARREIRA, F. V. M. Estratégias de flexibilidade orientadas ao usuário como fator facilitador da Resiliência em Habitação de Interesse Social. Memorial de Qualificação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo - Universidade Federal de Uberlândia, 2019, 104 f.

PICKETT, S., MCGRATH, B., CADENASSO, M.L.; FELSON, A.J. Ecological resilience and resilient cities, Building Research & Information, 42 (2), 143-157, 2014. DOI: 10.1080/09613218.2014.850600. Disponível em: Http://dx.doi.org/10.1080/09613218.2014.850600. Acesso em: 30 outubro 2020.

QUAMMEN, D. Contágio: Infecções de Origem Animal e a Evolução das Pandemias. São Paulo (E-pub): Companhia das Letras, 2020.

SANTOS, B. De S. A cruel pedagogia do vírus. São Paulo (Epub): Boitempo, 2020.

STEVENSON, F.; LEAMAN, A. Evaluating housing performance in relation to human behaviour: new challenges. Building Research & Information, v. 38, n. 5, p.437-44, 2010. DOI: 10.1080/09613218.2010.497282. Disponível em: Http://dx.doi.org/10.1080/09613218.2010.497282 Acesso em: 30 outubro 2020.

STEVENSON, F. Housing fit for purpose: performance, feedback and learning. London: RIBA, 2019.

Sustainable Development Goals. General Assembly - Transforming our world: the 2030 Agenda for Sustainable Development, United Nations, 2015. Disponível em: http://www.un.org/ sustainabledevelopment/sustainable-development-goals/. Acesso em 10 Janeiro 2018.

VAN DER VOORDT, T. J. M.; VAN WEGEN, H. B. R. Arquitetura sob o olhar do usuário. São Paulo (E-pub): Oficina de Textos, 2013.

VILLA, S. B.; ORNSTEIN, S. W. (Org.) Qualidade ambiental na habitação: avaliação pós-ocupação. São Paulo: Oficina de Textos, 2013. P.359-378.

VILLA, S. B.; GARREFA, F., STEVENSON, F., SOUZA, A. R., BORTOLI, K. C. R., ARANTES, J. S., VASCONCELLOS, P., CAMPELO, V. Método de análise da resiliência e adaptabilidade em conjuntos habitacionais sociais através da avaliação pós-ocupação e coprodução. Relatório de Pesquisa: Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia; Universidade de Sheffield, 2017, 393 p.

VILLA, S. B.; CARNEIRO, G.; CARVALHO, A.; MARCHIOLLI, C.; PICCELLO, I.; BRITO, M.; REZENDE, M.; MIRANDA, N. L.; CARRITI, R. G.; MORAES, R. A.; LIMA, S. C. P.; (AUTORES). Workshop Impacto da Covid-19 na habitação: Relatório Final. Uberlândia: PPGAU, FAUED, Universidade Federal de Uberlândia, 2020. Disponível em: https://morahabitacao.files.wordpress.com/2020/10/wks.doc-2020-21-10-2020-1.pdf. Acesso em: 30 outubro 2020.

Downloads

Publicado

2021-10-22

Como Citar

Villa, S. B. ., Carneiro, G. P. ., Moraes, R. A., & Carvalho, N. L. de M. (2021). Reflexões sobre os impactos da pandemia de COVID-19 no espaço doméstico. Gestão & Tecnologia De Projetos, 16(4), 67-83. https://doi.org/10.11606/gtp.v16i4.176851

Dados de financiamento