Mar, lagos e lagunas: poesia na pesquisa artística de um músico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-3123.gis.2021.168774

Palavras-chave:

Pesquisa artística, Autoetnografia, Poesia, Manifesto, Disciplinariedade

Resumo

No meu processo investigativo como músico, pesquisador e docente, aproximei-me da autoetnografia com a intenção de me ouvir, me ver e me entender (um pouco) melhor. Talvez a minha grande questão de pesquisa (e de vida) seja essa: como eu vejo a relação entre a pesquisa e as artes na Universidade? Como resultado, escrevi um poema-manifesto (!?) que se coloca contra certas convenções investigativas e a favor de uma maior fluidez disciplinar e metodológica na pesquisa artística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Ricardo Basso Ballestero, Universidade de São Paulo

Luiz Ricardo Basso Ballestero é pianista e professor associado do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, onde ministra disciplinas relacionadas à performance vocal, instrumental e músico-teatral. Foi professor visitante na Universidade do Colorado-Boulder (EUA) e pianista ensaiador na Houston Grand Opera (EUA). Tem atuado com frequência como pianista e diretor musical em apresentações musicais e músico-teatrais no campo da música de concerto no Brasil e no exterior. A sua investigação trata de questões interdisciplinares relacionadas à pedagogia da performance musical e à performance vocal, instrumental e músico-teatral em contextos colaborativos. Recentemente, tem explorado as possibilidades de métodos radicalmente qualitativos, especialmente a autoetnografia, em sua pesquisa artística. E-mail: ballestero@usp.br.

Publicado

2021-01-21

Como Citar

Ballestero, Luiz Ricardo Basso. 2021. “Mar, Lagos E Lagunas: Poesia Na Pesquisa artística De Um Músico”. GIS - Gesto, Imagem E Som - Revista De Antropologia 6 (1). São Paulo, Brasil:e-168774. https://doi.org/10.11606/issn.2525-3123.gis.2021.168774.

Edição

Seção

G.I.S - Gestos, Imagens e Sons