Beauvoir e Lévi-Strauss: antropologia e filosofia da existência na gênese de O Segundo Sexo

Autores

  • Samanta Dias do Carmo Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-7547.hd.2022.176794

Palavras-chave:

O segundo Sexo, Simone de Beauvoir, Existencialismo, Estruturalismo

Resumo

O ponto de partida para as formulações feitas a seguir, por meio das quais abrimos um espaço de leitura e investigação de O Segundo Sexo, foi a presença dos dados etnográficos articulados pela filósofa francesa Simone de Beauvoir na obra acima mencionada. Ao investigarmos de que maneira a gênese de O Segundo Sexo se relaciona com o debate em torno do legado da tradição filosófica da modernidade europeia e com a fundamentação das ciências sociais na primeira metade do século XX, deparamo-nos com a necessidade de detalhar o encontro entre o pensamento de Beauvoir e as teses de Claude Lévi-Strauss em As Estruturas Elementares do Parentesco. O presente artigo se dedica a esmiuçar essa relação, na intenção de entender como os métodos da antropologia, formulados e discutidos no período, representaram novos caminhos filosóficos para as insuficiências conceituais sentidas por Beauvoir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. Tradução Alfredo Bosi. 5a Edição. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

BARBOSA, M. Nota sobre a Resenha das Estruturas Elementares do Parentesco por Simone de Beauvoir. Campos - Revista de Antropologia, Curitiba, v.8, n.1, out. 2007, p. 191-194. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/campos/article/view/9546/6620. Acesso em: 28 nov. 2019.

BEAUVOIR, Simone de. A Força das Coisas. Tradução de Maria Helena Franco Martins. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

BEAUVOIR, Simone de. As Estruturas Elementares do Parentesco, de Claude Lévi-Strauss. Campos - Revista de Antropologia, Curitiba, v.8, n.1, out. 2007, p. 183-189. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/campos/article/view/9547/6621. Acesso em: 16 out. 2019.

BEAUVOIR, Simone de. Memórias de uma moça bem comportada. Tradução de Sérgio Milliet. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1968.

BEAUVOIR, Simone de. Na Força da Idade. Tradução de Sérgio Milliet. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1961.

BEAUVOIR, Simone de. O Segundo Sexo. 5a ed. Tradução Sérgio Milliet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2019.

DESCOLA, Philippe. Outras Naturezas, Outras Culturas. Tradução de Cecília Ciscato. São Paulo: Editora 34, 2016.

DEUTSCHER, Penelope. The Philosophy of Simone de Beauvoir: Ambiguity, conversion, resistance. New York: Cambridge University Press, 2008.

DEUTSCHER, Penelope. Manière Du Départ: Beauvoir, Merleau-Ponty and Lévi-Strauss Take

Their Leave. Paragraph, v. 34, n. 2, p. 233–243, 2011. Disponível em: www.jstor.org/stable /43263785. Acesso em: 29 set. 2019.

DOSSE, François. A História do Estruturalismo. Tradução de Álvaro Cabral. Campinas: Editora da Unicamp, 1993.

ERIBON, Didier; LÉVI-STRAUSS, Claude. De perto e de longe. Tradução de Lea Mello e Julieta Leite. São Paulo: Cosac & Naify, 2005.

FALLAIZE, Elizabeth. Simone de Beauvoir and the demytification of woman. In: Plain, Gill; Salles Susan (org.). A history of feminist literacy criticism. Cambridge: Cambridge University Press, p. 85-104, 2007.

GUTWIRTH, Jacques. A etnologia, ciência ou literatura?. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 7, n. 16, p. 223-239, Dec. 2001. Disponível em: http://www.scielo.br /scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-71832001000200012&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 23 out. 2019.

INSTITUTO MYRDAL. Gunnar Myrdal. Disponível em: https://institutomyrdal.wordpress.com/gunnar-myrdal/. Acesso em: 24 nov. 2019.

KOFES, Suely. No labirinto, espadas e novelo de linha: Beauvoir e Haraway, alteridades, e alteridade, na teoria social. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 16, n. 3, p. 865-877, set./dez.2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2008000300008&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 16 out. 2019.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Lévi-Strauss nos 90: voltas ao passado. Mana, Rio de Janeiro , v. 4, n. 2, p.105-117, out. 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_art-text&pid=S0104-93131998000200005&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 26 nov. 2019.

LIONNET, Françoise. Consciousness and Relationality: Sartre, Lévi-Strauss, Beauvoir, and Glissant. Yale French Studies, n. 123, 2013, p. 100–117. Disponível em: www.jstor.org/stable/23645877. Acesso: em 17 out. 2019.

LÓPEZ SÁENZ, Carmen. Merleau-Ponty (1908-1961) y Simone de Beauvoir (1908-1986): El cuerpo fenoménico desde el feminismo. Sapere Aude, v. 3, n. 6, p. 182-199, 20 dez. 2012. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/SapereAude/article/view/4472. Acesso em: 25 nov. 2019.

MERLEAU-PONTY, Maurice. O metafísico no homem. In: MERLEAU-PONTY, Maurice. Textos escolhidos. Tradução de Marilena Chauí. São Paulo: Abril Cultural, 1975, p. 369-382. (Coleção Os Pensadores).

MERLEAU-PONTY, Maurice. De Mauss a Claude Lévi-Strauss. In: MERLEAU-PONTY, Maurice. Textos escolhidos. Tradução de Marilena Chauí. São Paulo: Abril Cultural, 1975. p. 383-396. (Coleção Os Pensadores).

PEIXOTO, Fernanda. A viagem como vocação – antropologia e literatura na obra de Michel Leiris. In: LEIRIS, Michel. África Fantasma. Tradução de André Pinto Pacheco. São Paulo: Cosac & Naify, 2007.

ROCHA, Everardo; FRID, Marina (org.). Os Antropólogos: de Edward Tylor a Pierre Clastres. Petrópolis: Vozes; Rio de Janeiro: Editora PUC, 2015.

ROWLEY, Hazel. Tête-à-tête: Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre. Tradução de Adalgisa Campos da Silva. Rio de Janeiro: Objetiva, 2006.

SANDAY, Peggy; GOODENOUGH, Ruth. Beyond the Second Sex: new directions in the anthropology of gender. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1990.

SILVA, Franklin. O Outro. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012.

SOBRAL, Luís Felipe. "Michel Leiris". In:ENCICLOPÉDIA de Antropologia. São Paulo: Universidade de São Paulo, Departamento de Antropologia, 2016. Disponível em: http://ea.fflch.usp.br/autor/michel-leiris. Acesso em 22 out. 2020.

Downloads

Publicado

2022-04-27

Como Citar

Carmo, S. D. do. (2022). Beauvoir e Lévi-Strauss: antropologia e filosofia da existência na gênese de O Segundo Sexo . Humanidades Em diálogo, 11, 111-122. https://doi.org/10.11606/issn.1982-7547.hd.2022.176794

Edição

Seção

Academia