Sobre a Revista

Foco e Escopo

A InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação se dedica à divulgação especializada da área informacional, abrindo espaço a discussões interdisciplinares e interinstitucionais de temas informacionais e possí­veis interfaces que permeiam as temáticas exploradas.

Além de artigos e relatos de pesquisa inéditos, a revista publica resenhas de livros, documentos especiais, entrevistas e traduções de autoria de docentes e pesquisadores, desde que aprovados em revisão cega por pares (double blind peer review) e pelo Comitê Editorial.

InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação é um periódico nacional, de periodicidade semestral.

Processo de Avaliação pelos Pares

A publicação dos Artigos encaminhados está condicionada a pareceres de ao menos dois membros do Conselho Editorial da revista ou de avaliadores convidados pela Comissão Editorial. Os procedimentos adotados pelo periódico para análise e aprovação de originais atendem as normas internacionalmente consagradas: avaliação cega por pares, reforcando impessoalidade, rigor científico e adequação editorial.

Pareceristas recebem originais anônimos para análise, ao passo que os autores têm no final do processo, acesso às avaliações de seus textos, também sem a identificação dos pares.

Na distribuição dos originais aos avaliadores serão evitadas situações de conflito de interesse ou outras que prejudiquem a análise competente e justa dos textos.

Não caberá recurso ao trabalho recusado.

Periodicidade

Semestral

Política de direitos autorais, ética e antiplágio

A INCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação segue as Diretrizes de Boas Práticas do Committee on Publication Ethics (COPE), buscando a garantia da integridade e atenta as práticas de más condutas que podem ocorrer no processo de publicação, como por exemplo: plágio, autoplágio, manipulação de citação, falsificação de dados, autoria fantasma, conflitos de interesses não explicitados e manipulação do processo de revisão por pares. A revista tem compromisso com os aspectos éticos envolvidos nas fases do processo de publicação, o que implica que os autores, os editores, os pareceristas e os membros dos conselhos editorial e científico devem respeitar esses princípios.

Responsabilidade dos Avaliadores/Pareceristas

Cabe aos avaliadores/pareceristas respeitarem o tempo estipulado para a avaliação, informando à equipe editorial sobre possíveis atrasos ou mesmo a impossibilidade de analisar o texto. Seu trabalho deve privar pela confidencialidade, garantindo o sigilo de informações privilegiadas obtidas por meio da leitura dos manuscritos e recusando textos que tenham conflitos ou afinidade, ou mesmo algum tipo de relação com um dos autores. A avaliação deve ocorrer exclusivamente com base no seu mérito acadêmico. O parecer deve ser objetivo, claro e construtivo de forma a auxiliar o autor, podendo indicar fontes não citadas. A comunicação com o editor é importante em casos de identificação de textos com semelhança substancial ou sobreposição de textos.

Responsabilidades do Editor

O editor da revista tem a responsabilidade pela deliberação dos artigos que serão publicados. Cabe ao editor garantir a equidade de sua avaliação tendo como parâmetro o conteúdo acadêmico sem considerar a raça, o sexo, a orientação sexual, a crença religiosa, a origem étnica, a nacionalidade ou a filosofia política dos autores. Nenhuma informação sobre os trabalhos submetidos para publicação pode ser divulgada, exceto àquelas que podem ser importantes para os revisores. O editor deve estar atento e tomar as medidas necessárias em situações de reclamações éticas a respeito de um manuscrito submetido ou artigo publicado. O editor e equipe editorial devem garantir uma seleção adequada dos/as avaliadores/as, mantendo uma base de dados de avaliadores/as pertinentes, que seja atualizada.

Responsabilidades dos Autores

A autoria do trabalho deve ser restrita àqueles que fizeram uma contribuição significativa para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Pessoas que participaram em certos aspectos do projeto de pesquisa devem ser listadas como colaboradores. A revista recomenda a leitura do texto Ordem de autores: melhores práticas de atribuição de autoria, disponível em https://www.aguia.usp.br/noticias/ordem-de-autores/ O autor principal deve garantir que todos os coautores apropriados estejam incluídos no artigo. O responsável pela submissão do manuscrito na INCID garante ter obtido o consentimento de todos os autores. Mudanças na autoria não poderão ser realizadas durante o processo editorial e/ou após a aceitação final do manuscrito. O autor garante os direitos autorais e confere à Revista o direito de primeira publicação. O autor deve garantir o ineditismo do trabalho e   que ele não está sendo avaliado para publicação por outro periódico simultaneamente, nem pode ter sido publicado previamente (em parte ou no todo). O uso de material previamente publicado pelo(s) mesmo(s) autor(es) deve ser indicado e justificado explicitamente, para evitar suspeitas de autoplágio. Para analisar a originalidade, os trabalhos submetidos para a INCID serão verificados em ferramentas de verificação de similaridade de textos, como o iThenticate Similarity Check e o Turnitin. A falta de integridade científica acarretará a exclusão do manuscrito do processo de avaliação. A INCID encoraja os autores a disponibilizarem, quando pertinente, os dados brutos dos seus trabalhos em repositórios públicos. Os autores devem divulgar no manuscrito qualquer conflito financeiro ou de outra natureza que possa influenciar os resultados ou a interpretação de seu manuscrito, bem como divulgar todas as fontes de apoio financeiro para o projeto. O parecer do Comitê de Ética em Pesquisa deve ser encaminhado na submissão do manuscrito em pesquisas com participantes humanos, grupos vulneráveis etc.

Política de retratação

Em casos que envolvam suspeitas falta de integridade científica, haverá uma investigação por parte da equipe editorial com vistas a garantir o padrão de rigor científico e ético. No caso de constatação de má conduta por parte de autores, o artigo será retirado do processo de avaliação. Quando a má conduta for efetivada por um ou mais dos editores este/s será afastado das suas atribuições no periódico. E se a má conduta for praticada por parecerista ad-hoc, este não prestará novas contribuições para o periódico, sendo desativada sua função de avaliador. A má conduta constatada após a publicação implicará em correções ou mesmo a retirada integral do artigo da INCID. 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Indexação

Latindex

BRAPCI

Fontes de Apoio

  • DEDIC - Departamento de Educação, Informação e Comunicação