Perspectivas da Ciência da informação sobre o prontuário do paciente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v11i2p142-161

Palavras-chave:

Prontuário do paciente, Ciência da informação, Revisão de literatura, Brasil

Resumo

Buscou-se compreender como a ciência da informação têm analisado o objeto informacional prontuário do paciente. Para tanto, elaborou-se uma revisão de literatura de estudos produzidos no Brasil e publicados em periódicos do campo da ciência da informação, sem uma limitação de período. Dos 57 artigos científicos identificados na Base de Dados de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI), 45 artigos foram selecionados de forma independente pelos autores. Após sistematização, observou-se que os pesquisadores brasileiros têm estudado o prontuário do paciente por meio de 8 perspectivas, quais sejam: Perspectiva cultural, analisa o prontuário do paciente como patrimônio documental, cultural e objeto de preservação da memória; Perspectiva ético-jurídica, analisa questões relacionadas com o acesso, utilização e sigilo das informações disponibilizadas no prontuário do paciente; Perspectiva educacional, analisa o prontuário do paciente no contexto do ensino, em disciplinas de graduação ou pós-graduação; Perspectiva filosófica, analisa o prontuário do paciente do ponto de vista filosófico, epistemológico e social; Perspectiva conceitual, analisa as características do termo “prontuário do paciente”; Perspectiva arquivística, analisa o prontuário do paciente como documento arquivístico; Perspectiva tecnológica, analisa ferramentas e metodologias aplicadas ao prontuário do paciente para melhorar sua qualidade; Perspectiva gerencial, analisa o prontuário do paciente segundo a gestão dos documentos em instituições de saúde, incluindo processos de trabalho. As abordagens mapeadas não excluem outras possibilidades de sistematização, mas evidenciam a riqueza do prontuário do paciente como objeto de estudo pela ciência da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrício Amadeu Gualdani, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp)

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Maria Cristiane Barbosa Galvão, Universidade de São Paulo

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília – UnB, Brasil.

Professora Doutora da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo – FMRP/USP, Brasil.

Referências

ALBERGARIA, E. T. et al. Identificando propriedades essenciais de registros eletrônicos de saúde. AtoZ: Novas Práticas em Informação e Conhecimento, Curitiba, v. 5, n. 1, p. 33-43, 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/15537. Acesso em: 16 ago. 2020.

ALCÂNTARA, T. S.; RACHED, C. D. A. O gerenciamento do sigilo das informações do prontuário eletrônico em uma instituição hospitalar de S. Paulo. Prisma.com, Porto, n. 30, p. 66-94, 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/71836. Acesso em: 16 ago. 2020.

ALMEIDA, M. B.; ANDRADE, A. Q. Organização da informação em prontuários de pacientes: uma abordagem popperiana. Informação & Tecnologia, Marília, v. 1, n. 1, p. 29-41, 2014. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/41297. Acesso em: 16 ago. 2020.

ARAÚJO, C. A. V. O que é Ciência da Informação? Informação & Informação, Londrina, v. 19, n. 1, p. 01-30, dez. 2014. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/15958. Acesso em: 03 nov. 2020.

ARAÚJO, C. A. V. Fundamentos teóricos da classificação. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 11, n. 22, p. 117-140, 2006. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2006v11n22p117/0. Acesso em: 06 ago. 2020.

ARAUJO, N. C. A ética e prontuário de paciente. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, João Pessoa, v. 13, n. 1, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/26598. Acesso em: 16 ago. 2020.

ARAUJO, N. C.; BLATTMANN, U. Prontuário do paciente: questões éticas na pesquisa. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. [Anais...]. Londrina: ANCIB: UEL, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/102290. Acesso em: 16 ago. 2020.

ARAUJO, N. C.; MOTA, F. R. L. Prontuário de paciente. Informação em Pauta, Fortaleza, v. 5, n. Especial 1, p. 52-67, 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/136639. Acesso em: 06 ago. 2020.

BAHIA, E. M. S. Conhecimento, inovação e documentação em unidades de saúde. BIBLOS Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, Rio Grande, v. 30, n. 1, p. 142-155, 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/22598. Acesso em: 16 ago. 2020.

CARVALHO, R. C. Aplicação de mineração de dados em informações oriundas de prontuários de paciente. Informação em Pauta, Fortaleza, v. 3, p. 161-181, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/106569. Acesso em: 16 ago. 2020.

CRUZ, J. A. Informações em saúde: um estudo da legislação brasileira. Ponto de Acesso, Salvador, v. 9, n. 1, p. 111-121, 2015. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/81847. Acesso em: 16 ago. 2020.

CRUZ, Jorge Alberto Soares; FLORES, Daniel; GARCIA, Olga Maria Correa. O prontuário eletrônico de paciente (PEP) como memória, patrimônio documental e cultural. Em Questão, Porto Alegre, v. 17, n. 2, p. 91-99, 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/21490/14307. Acesso em: 16 ago. 2020.

CUNHA, F. J. A. P. et al. Espécies e tipologias documentais no contexto dos registros eletrônicos em saúde. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. [Anais...]. Londrina: ANCIB: UEL, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/103847. Acesso em: 16 ago. 2020.

FERREIRA, J. S.; FIDELIS, M. B.; LIMA, M. J. C. O fluxo de informação nas instituições hospitalares e a gestão de documentos. Ágora, Florianópolis, v. 23, n. 47, p. 99-117, 2013. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/12938. Acesso em: 16 ago. 2020.

FRANÇA, F. S.; PINTO, V. B.; BAGOT, R. E. Uso da redução léxica e símbolos na redação de resumos de alta em prontuário do paciente. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília. [Anais...]. Marília: ANCIB: UNESP, 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/105484. Acesso em: 02 maio. 2019.

FRANÇA, H. E. C.; SOUZA, J. F.; CHAVES, E. B. Tratamento arquivístico do prontuário do paciente: um contraponto terminológico a Galvão, Ferreira e Ricarte. Revista Analisando em Ciência da Informação, João Pessoa, v. 4, n. especial, 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/80962. Acesso em: 16 ago. 2020.

GALVÃO, M. C. B.; RICARTE, I. L. M. Alinhamentos necessários entre o registro eletrônico de saúde e o sistema de saúde. Informação & Informação, Londrina, v. 22, n. 3, p. 426-455, 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/33500. Acesso em: 16 ago. 2020.

GALVÃO, M. C. B.; RICARTE, I. L. M. O prontuário eletrônico do paciente no século XXI: contribuições necessárias da Ciência da Informação. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 2 n. 2, p. 77-100, 2011. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/39593. Acesso em: 16 ago. 2020.

GALVÃO, M. C. B.; RICARTE, I. L. M. O prontuário eletrônico do paciente em escala nacional. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 10 n. 1, n. 1, p. 244-264, 2019. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v10i1p244-264. Acesso em: 06 ago. 2020.

GALVÃO, M. C. B.; RICARTE, I. L. M. Prontuário do paciente. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2012.

HOLLAND, G. A. Information science: an interdisciplinary effort? Journal of Documentation, v. 64, n. 1, p. 7-23, 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1108/00220410810844132. Acesso em: 05 ago. 2008.

JAPPE, F. B.; CRUZ, J. A. S. Aplicabilidade da diplomática contemporânea em prontuário de paciente. Ágora, Florianópolis, v. 26, n. 53, p. 286-314, 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/12927. Acesso em: 16 ago. 2020.

KAWAKAMI, T. T.; LUNARDELLI, R. A.; VECHIATO, F. L. O prontuário eletrônico do paciente na perspectiva das recomendações de usabilidade: proposta de organização da informação. Informação & Informação, Londrina, v. 22, n. 3, p. 456-483, 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/32872. Acesso em: 16 ago. 2020.

LE COADIC, Y. F. A Ciência da Informação. Tradução de Maria Yêda de Filgueiras Gomes. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 1996.

LEITE, J. R.; SOUSA, A. C. M. Práticas arquivísticas no contexto de prontuários médicos: um estudo em unidade de saúde da família. Archeion Online, João Pessoa, v. 3, n. 2, 2015. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/14931. Acesso em: 16 ago. 2020.

LIMA, M. H. T. F.; SANCHES NETO, A. P. O documento médico na construção do abjeto. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília. [Anais...]. Marília: ANCIB: UNESP, 2017. Disponível em http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/105372. Acesso em: 16 ago. 2020.

LUNARDELLI, R. S. A.; TONELLO, I. M. S.; MOLINA, L. G. A constituição da memória dos procedimentos em saúde no contexto do prontuário eletrônico do paciente. Informação & Informação, Londrina, v. 19, n. 3, p. 107-124, 2014. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/33761. Acesso em: 16 ago. 2020.

MENDONÇA, F. M.; CARDOSO, A. M. P.; DRUMOND, E. Ontologia de aplicação no domínio de mortalidade: uma ferramenta de apoio para o preenchimento da declaração de óbitos. Ciência da Informação, Brasília, v. 39, n. 3, 2010. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/21743. Acesso em: 16 ago. 2020.

MENESES, B. C.; RAULINO NETO, H. F. R.; GIRÃO, I. P. T. Arquitetura da informação: uma ferramenta de mediação e acesso aos prontuários eletrônicos do paciente. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 3, n. 2, 2013. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/64104. Acesso em: 16 ago. 2020.

MOLINA, L. G.; LUNARDELLI, R. S. A. O prontuário do paciente e os pressupostos arquivísticos: estreitas e profícuas interlocuções. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. 1, p. 68-84, 2010. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/33934. Acesso em: 16 ago. 2020.

MORAES, M. F. Requisitos de qualidade e segurança para prontuários do paciente. Informação em Pauta, Fortaleza, v. 3, p. 141-160, 2018. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/39722. Acesso em: 02 maio. 2019.

MOTA, F. R. L. Prontuário eletrônico do paciente e o processo de competência informacional. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 11, n. 22, p. 53-70, 2006. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/31697. Acesso em: 16 ago. 2019

OLIVEIRA, L. A. F.; CUNHA, F. J. A. P. A importância das comissões de avaliação de documentos e de revisão de prontuários em organizações de saúde: um estudo em hospitais. Informação Arquivística, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, 2014. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/41566. Acesso em: 16 ago. 2020.

PINTO, V. B. Prontuário eletrônico do paciente: documento técnico de informação e comunicação do domínio da saúde. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 11, n. 21, p. 34-48, 2006. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/39125. Acesso em: 16 ago. 2020.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

RAMOS, R. O. A preservação da memória da saúde na gestão documental dos arquivos hospitalares. Revista Informação na Sociedade Contemporânea, Natal, v. 2, n. 1, p. 1-13, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/70569. Acesso em: 16 ago. 2020.

RICARTE, I. L. M. Percepções de privacidade em sistemas nacionais de prontuários eletrônicos: o caso australiano. Revista Cubana de Información en Ciencias de la Salud, Havana, v. 31, n. 1, e1480, 2020. Disponível em: http://rcics.sld.cu/index.php/acimed/article/view/1480. Acesso em: 06 ago. 2020.

SANCHES NETO, A. P.; LIMA, M. H. T. F. Entre silêncios e sussurros: a questão do acesso à informação sobre o ‘louco’, uma análise dos prontuários do hospital psiquiátrico de jurujuba. Logeion: Filosofia da Informação, v. 3, n. 1, p. 64-79, 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/32965. Acesso em: 16 ago. 2020.

SANCHES NETO, A. P.; LIMA, M. H. T. F. Uma proposta de análise epistemológica: observando o documento médico. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília. [Anais...]. Marília: ANCIB: UNESP, 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/105366. Acesso em: 16 ago. 2020.

SANTOS, B. R. P. D.; VITORIANO, M. C. C. P.; DAMIAN, I. P. M. A gestão da informação orgânica e a gestão documental no contexto do prontuário do paciente de unidades básicas de saúde. Ponto de Acesso, Salvador, v. 13, n. 2, p. 202-222, 2019. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/26063. Acesso em: 06 ago. 2020.

SANTOS, B. R. P.; DAMIAN, I. P. M. Análise da competência em informação mediante a transição do prontuário físico para o eletrônico. Revista Cubana de Información em Ciencias de la Salud, Havana, v. 28, n. 4, 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/74565. Acesso em: 16 ago. 2020.

SANTOS, J. M. P. Organização da informação na saúde: uma análise dos padrões de metadados brasileiros. Cadernos BAD, Lisboa, n. 1, p. 227-233, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/110049. Acesso em: 02 maio. 2019.

SARACEVIC, T. A natureza interdisciplinar da Ciência da Informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 24, n. 1, p. 1-9, 1995. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/608. Acesso em: 03 nov. 2020.

SARACEVIC, T. Ciência da Informação: origem, evolução e relações. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 41-62, jan./jun. 1996.

SIEBRA, S. A. Curadoria digital: uma área em expansão. Archeion Online, v. 6, n. 2, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/47089. Acesso em: 06 ago. 2020.

SILVA, M. P. B. E.; SOUSA, M. R. F. PINTO, V. B.; Pensando a arquitetura da informação pervasiva aplicada ao registro eletrônico de saúde. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. [Anais...]. Londrina: ANCIB: UEL, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/103470. Acesso em: 16 ago. 2020.

SILVA, M. V. T. Gestão documental no contexto hospitalar maria. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 12, n. especial, p. 266-269, 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/2612. Acesso em: 16 ago. 2020.

SOARES, J. M. L.; BORGES, R. R.; PINTO, V. B. Mapeamento e análise dos conceitos de prontuários do paciente nefropata visando a categorização e representação da informação. Biblionline, ed. especial: XXXIII Encontro Nacional de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão, 2010. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/100238. Acesso em: 16 ago. 2020.

SOUZA, A. D.; ALMEIDA, M. B. Termos usados na prática clínica e sua conexão com terminologias padronizadas. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 9, n. 2, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/137124. Acesso em: 06 ago. 2020.

SOUZA, A. D.; SOUZA, R. F. P. Prontuário eletrônico do paciente: estudo de práticas em hospitais universitários da região sudeste do Brasil. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. [Anais...]. Londrina: ANCIB: UEL, 2018. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/102009. Acesso em: 16 ago. 2020.

TEIXEIRA, L. M. D.; ALMEIDA, M. B. Aspectos ontológicos e epistemológicos em terminologias clínicas: em busca de interoperabilidade semântica no ambiente clínico. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 24, n. 55, p. 1-21, 2019a. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2019.e57996. Acesso em: 06 ago. 2020.

TEIXEIRA, L. M. D.; ALMEIDA, M. B. Princípios ontológicos no suporte a terminologias clínicas: método e ontologia para reorganização da classificação internacional de doenças. Ciência da Informação, Brasília, v. 48, n. 1, 2019b. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/110941. Acesso em: 06 ago. 2020.

TONELLO, I. M. S.; NUNES, R. M. S.; PANARO, A. P. Prontuário do paciente: a questão do sigilo e a lei de acesso à informação. Informação & Informação, Londrina, v. 18, n. 2, p. 193-210, 2013. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/34850. Acesso em: 16 ago. 2020.

ZILLI JÚNIOR, P. V. Z.; PINTO, A. L. Aplicação de uma metodologia e mensuração do processo de digitalização: estudo a partir de prontuários de pacientes. Ágora, Florianópolis, v. 24, n. 48, 2014. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/14049. Acesso em: 16 ago. 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-29

Como Citar

GUALDANI, F. A.; GALVÃO, M. C. B. Perspectivas da Ciência da informação sobre o prontuário do paciente. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 11, n. 2, p. 142-161, 2020. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v11i2p142-161. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/175005. Acesso em: 14 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigos