Mediação da leitura e literatura na educação infantil para o desenvolvimento integral

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v12i2p89-108

Palavras-chave:

Biblioteca escolar, Literatura infantil, Desenvolvimento integral, Base Nacional Comum Curricular - BNCC

Resumo

Apresenta pesquisa cujo objetivo consistiu em analisar a literatura infantil e sua mediação no desenvolvimento integral da criança, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o desenvolvimento integral da criança de 0 a 5 anos. Trata-se de pesquisa bibliográfica documental com abordagem qualitativa, a partir da busca na Base de Dados em Ciência da Informação (BRAPCI) onde recuperou-se documentos pelos termos mediação da leitura e mediação da literatura para obter a conceituação e as práticas de mediação em bibliotecas e com análise documental do documento Base Nacional Comum Curricular para obter subsídios do que é a formação integral do sujeito. Observa-se que existem na literatura científica conceituações incipientes quanto a diferenciação entre mediação da leitura e mediação da literatura, contudo, elas são diferentes, pois enquanto a mediação da leitura envolve aspectos da alfabetização, mediação da literatura aborda práticas que relacionam ao conhecimento de mundo e lazer. No que tange às práticas realizadas em bibliotecas, podem ser adaptadas e embasadas nos objetivos da BNCC para o desenvolvimento integral para crianças de 0 a 5 anos, que são o foco deste estudo, a partir da literatura infantil e mediação da literatura. Por meio da literatura infantil e sua mediação em biblioteca escolar é possível iniciar o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 5 anos. Com práticas alinhadas aos objetivos da BNCC, adaptando-se às atividades para a respectiva faixa etária, pode-se ter a formação de sujeitos críticos e capazes de se desenvolverem plenamente no âmbito educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Caroline Abreu, Prefeitura Municipal de Curitibanos

Graduada em Pedagogia pela Universidade do Contestado, com especialização em Literatura Infantil. Atualmente é professora na Prefeitura Municipal de Curitibanos e acadêmica do curso de Biblioteconomia pela Unochapecó. 

Jéssica Bedin, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó)

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação na Universidade Federal de Santa Catarina, mestre em Ciência da Informação (2017), especialista em Gestão de Bibliotecas Escolares (2015) e bacharel em Biblioteconomia (2014) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Participa do grupo de pesquisa Gestão Estratégica da Informação, Empreendedorismo e Inovação. Atua como Professora e Coordenadora do curso de Biblioteconomia EaD da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ).

Priscila Sena, Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas de Informação e Instituições (FEBAB)

Doutora (2020) e Mestra (2014) em Ciência Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina/Florianópolis. Especialista em Gestão do Conhecimento pela Faculdade Integrada da Grande Fortaleza (2012). Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Mato Grosso/Rondonópolis (2009). Experiência na área de Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: fontes de informação; ecossistemas de startups; empreendedorismo; tecnologia e inovação; gestão documental; gestão da informação; gestão do conhecimento; bibliotecas universitárias na educação a distância e; bibliotecas escolares. Participou do Grupo de Pesquisa Informação, Tecnologia e Sociedade (GrITS), do Grupo de Estudos em Biblioterapia, Bibliotecas Escolares e Leitura (GEBBEL), do Instituto de Pesquisas Biblion (BIBLION), e do Grupo de Pesquisa Via Estação do Conhecimento (VIA). Atuou como Professora Substituta de 2015 a 2016 no Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina. Sua tese de doutorado, sob a orientação da professora doutora Ursula Blattmann, versou sobre Fontes de Informação no Ecossistema de Startups de Florianópolis. Realizou Doutorado Sanduíche na Universidad Carlos III de Madrid, sob a orientação do professor doutor José Antonio Moreiro González. Está Editora de Relacionamento na Revista ACB; Diretora de Formação Política e Profissional (Gestão 2020-2023) na Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas de Informação e Instituições (FEBAB); Bibliotecária Pesquisadora no Grupo de Pesquisa Bibliotecas Escolares do Conselho Regional de Biblioteconomia da 14ª região (CRB 14); Professora na MPGED e; Integrante da Iniciativa eCÓDICE, um repositório de eventos online. E-mail para contato: priscilasena.pesquisa@gmail.com.

Referências

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. 1 ed. São Paulo: Scipione, 1989.

AMARO, Vagner da Rosa; ALENCAR, Patrícia Vargas. Práticas de mediação da leitura em bibliotecas da rede SESC. Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XVIII ENANCIB, 2017. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/104748. Acesso em: 25 dez. 2020.

ANTUNES, Jeferson et al. Jogos cooperativos e mediação da leitura: por que não na biblioteca pública? Perspectivas em Ciência da Informação, v. 24, n. 4, p. 3-24, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/126859. Acesso em: 25 dez. 2020.

BARROS, Maria Helena Toledo Costa de. A mediação da leitura na biblioteca. Leitura: mediação e mediador. São Paulo: Ed. FA, 2006, p. 17-22.

BASE DE DADOS EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (BRAPCI). Disponível em: http://www.brapci.ufpr.br/brapci/index.php/home. Acesso em: 25 dez. 2020.

BORTOLIN, Sueli; ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de. Mediação da literatura para leitores ouvintes. Perspectivas em Ciência da Informação, Londrina, v. 19, n. 1, p. 207-226, mar. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/pci/article/view/22912. Acesso em: 25 dez. 2020.

BORTOLIN, Sueli; ALMEIDA JUNIOR, Oswaldo Francisco de. Oralidade e a ética na mediação da literatura. Informação & Informação, v. 19, n. 2, p. 171-190, 2014. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/13902. Acesso em: 25 dez. 2020.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNC C_20dez_site.pdf. Acesso em: 25 dez. 2020.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, LDB. 9394/1996. São Paulo: Saraiva, 1996.

CALHEIRA, Fausto José Silva; SANTOS, Raquel do Rosário; JESUS, Ingrid Paixão de. Entrelaces entre mediação da leitura e a biblioterapia como ações de integração social na terceira idade. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 25, n. 1, p. 3-20, 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/137966. Acesso em: 25 dez. 2020.

CAVALCANTE, Lidia Eugenia; RASTELI, Alessandro. A competência em informação e o bibliotecário mediador da leitura em biblioteca pública. Encontros Biblio: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 18, n. 36, p. 157-180, 2013. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/147/14726166009.pdf. Acesso em: 25 dez. 2020.

COSTA, Aline Cristina Chanan; SANTOS NETO, João Arlindo. Brinquedotecas e ludotecas: ambientes para a mediação da leitura no Paraná. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 21, n. 2, p. 359-380, 2016. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/69011. Acesso em: 25 dez. 2020.

FLECK, Felícia de Oliveira. Uma percepção das visitas às bibliotecas públicas de Barcelona (ES): experiências formativas. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 23, n. 3, p. 502-509, 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/109183. Acesso em: 25 dez. 2020.

FLECK, Felícia de Oliveira; CUNHA, Miriam Figueiredo Vieira da; NAVARRA, Maite Comalat. A contação de histórias nas bibliotecas públicas de Barcelona: impressões de viagem. Informação & Informação, v. 23, n. 3, p. 696-707, 2018. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/27951. Acesso em: 25 dez. 2020.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 22. ed. São Paulo: Cortez, 1988.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOMES, Henriette Ferreira; SANTOS, Raquel do Rosário. Atividades de mediação para leitura e escrita: uma análise dos níveis de mediação em experiências realizadas por bibliotecas de universidades públicas. Revista Ciência da Informação, Salvador, v. 43, n. 2, p. 257-271, 2014. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1408. Acesso em: 25 dez. 2020.

IFLA, Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias. Manifesto IFLA/UNESCO para biblioteca escolar. São Paulo: 2000. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/sc.hool-libraries-resource-centers/publications/school-library-manifesto-pt-brazil.pdf. Acesso em: 25 dez. 2020.

INSTITUTO PRÓ-LIVRO. Retratos de leitura no Brasil. 5. ed. Brasília: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: https://prolivro.org.br/wp-content/uploads/2020/09/5a_edicao_Retratos_da_Leitura_no_Brasil_IPL-compactado.pdf. Acesso em: 25 dez. 2020.

LAJOLO, Marisa; ZILBERMAN, Regina. Literatura infantil brasileira: história e histórias. 6. ed. São Paulo: Ática, 1999.

MARCONI, M., LAKATOS Eva Maria. Técnicas de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MORO, Eliane Lourdes da Silva; ESTABEL, Lizandra Brasil. A mediação da leitura na família, na escola e na biblioteca através das tecnologias de informação e de comunicação e a inclusão social das pessoas com necessidades especiais. Inclusão Social: Brasília, v. 4, n. 2, p. 68-81, jun. 2011. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/101251. Acesso em: 25 dez. 2020.

PIAGET, Jean. O nascimento da inteligência na criança. 4ª ed. Rio de janeiro: Zahar, 1973.

RASTELI, Alessandro; CAVALCANTE, Lídia Eugênia. Mediação cultural e apropriação da informação em bibliotecas públicas. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 19, n. 39, p. 43-58, 2014. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/147/14730602004.pdf. Acesso em: 25 dez. 2020.

REYES, Yolanda. A casa imaginária: leitura e literatura na primeira infância. São Paulo: Global, 2010.

SANTOS, Raquel do Rosário; SOUSA, Ana Claudia Medeiros de; JESUS, Ingrid Paixão de. Lapidação de mediadores de leitura e sujeitos leitores para o protagonismo social. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Salvador, v. 13, n. 1, p. 56-72, abr. 2020. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/22932. Acesso em: 25 dez. 2020.

SILVA, Aparecida de Almeida da. As livrarias como espaço de mediação de leitura. BIBLOS - Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, v. 23, n. 2, p. 117-126, 2009. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/24265. Acesso em: 25 dez. 2020.

SILVA, Ezequiel Theodoro. Elementos da pedagogia da leitura. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998. 140p.

SOUZA, Edivanio Duarte de. Dinamização e mediação na biblioteca escolar: potencialidades da leitura literária. Ciência da Informação em Revista, v. 1, n. 2, p. 3-8, ago. 2014. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/36065. Acesso em: 25 dez. 2020.

SOUZA, Franciny Bom Reis de; GONÇALVES, Renata Braz. Práticas de incentivo à leitura em livrarias gaúchas: livraria exercendo papel de bibliotecas? Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 24, n. 1, p. 33-49, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/112508. Acesso em: 25 dez. 2020.

TARGINO, Maria das Graças. Mediação cultural e da leitura como estratégia de inclusão social: bibliotecas comunitárias. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 16, p. 1-17, 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/141204. Acesso em: 25 dez. 2020.

VYGOTSKY, Lev Semionovitch. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Organizadores Michael Cole et al. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Downloads

Publicado

2021-11-30

Como Citar

ABREU, A. C. .; BEDIN, J.; SENA, P. . M. B. Mediação da leitura e literatura na educação infantil para o desenvolvimento integral . InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 89-108, 2021. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v12i2p89-108. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/180362. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos