Evolução ontológica das linguagens documentárias. Relato de uma experiência de curso organizado conjuntamente para o DT/SIBI-USP e o PPGCI/ECA

Autores

  • José Antonio Moreiro González Departamento de Biblioteconomía y Documentación Universidad Carlos III de Madrid

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v2i1p143-164

Palavras-chave:

Conceitos, Contexto, Revisão conceitual, Tesauros, Taxonomias, Ontologias, KOS, Tesauros conceituais, Redes semânticas, Topic maps, Folksonomias, Relato da experiência, Curso de atualização

Resumo

Aborda-se o contexto no que se produziu a revisão do conceito de tesauro como linguagem documental prototípico. O contexto vem determinado pela revalorização das Taxonomias, o aparecimento das Ontologias como KOS; e a evolução dos próprios tesauros para o seu enriquecimento conceitual e a sua transformação em redes semânticas. Atende-se também ao novo modelo de visualização e representação conceitual contribuído pelos Topic maps, bem como a relevância atingida pelas Folksonomias à hora de reinterpretar o sistema das palavras-chave. Finalmente, descreve-se uma experiência de curso de atualização dado conjuntamente a bibliotecárias do DT/SIBi-USP e a alunas do PPGCI/ECA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-06-07

Como Citar

MOREIRO GONZÁLEZ, J. A. Evolução ontológica das linguagens documentárias. Relato de uma experiência de curso organizado conjuntamente para o DT/SIBI-USP e o PPGCI/ECA. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 143-164, 2011. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v2i1p143-164. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/42339. Acesso em: 1 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos