Os sistemas de organização do conhecimento nas perspectivas atuais das normas internacionais de construção

Autores

  • Vera Regina Casari Boccato Universidade Federal de São Carlos, Centro de Educação e Ciências Humanas, Departamento de Ciências da Informação.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v2i1p165-192

Palavras-chave:

Normas internacionais, Construção, Sistemas de organização do conhecimento, Sistema de informação, Ambiente web

Resumo

Realizou-ser  um estudo dos sistemas de organização do conhecimento pelas perspectivas das normas internacionais de construção, verificando-se as ampliações e as modificações mais significativas ocorridas entre as elas, a partir dos vocabulários controlados abordados. O objetivo é apresentar as concepções, as funções e características de cada um deles, delimitando e, ao mesmo tempo, generalizando suas  aplicações nos mais diversos contextos de uso, pelas perspectivas evolutivas das normas internacionais para a Organização e Recuperação da Informação em Ciência da Informação.O universo de pesquisa foi  as normas internacionais ANSI/NISO Z39.19-2005, BS 8723 e ISO  25964, com destaque para as taxonomias, tesauros, ontologias e folksonomias como vocabulários controlados analisados. Os resultados desse estudo apontaram, principalmente, sobre a necessidade contínua de atualização das normas internacionais, frente as inovações tecnológicas e  informacionais ocorridas na Organização e Recuperação do Conhecimento  em Ciência da Informação e no contexto do usuário especializado ou não.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Regina Casari Boccato, Universidade Federal de São Carlos, Centro de Educação e Ciências Humanas, Departamento de Ciências da Informação.

Departamento de Ciência da Informação. Área de Análise e Represnetação da Informação

Downloads

Publicado

2011-06-02

Como Citar

BOCCATO, V. R. C. Os sistemas de organização do conhecimento nas perspectivas atuais das normas internacionais de construção. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 165-192, 2011. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v2i1p165-192. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/42340. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos