[1]
M. C. B. Galvao e I. L. M. Ricarte, “O prontuário eletrônico do paciente em escala nacional: o caso australiano”, InCID: Rev. Ci. Inf. Doc., vol. 10, nº 1, p. 244-264, maio 2019.