Além da tela: a Itália através do cinema na sala de aula remota da Rede Andifes - ISF

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.i44p6-21

Palavras-chave:

Cinema italiano, Ensino/Aprendizagem da língua italiana, Ensino remoto, Rede Andifes - IsF-italiano

Resumo

Em tempos pandêmicos e de ensino remoto, fomos chamados a unir forças para enfrentar incertezas e assim (res)surgem nas Universidades Federal de Santa Maria (UFSM) e Federal de Viçosa (UFV), fomentadas pela Embaixada Italiana e integrantes da Rede Andifes - IsF, os cursos Pomeriggio al cinema e Serata al cinema, buscando olhares plurais para o contexto de aprendizado da língua italiana. Ao revisitar temas como o fascismo, a guerra, a máfia, as eleições, as minorias e as políticas linguísticas, oportunizou-se aos alunos um espaço para reflexão sobre temas sociais não somente nos filmes, mas também em sua própria realidade. Para a realização dessas aulas on-line, ao longo de 2020 e 2021, foram escolhidas produções cinematográficas que mobilizassem diferentes reflexões; dentre essas, destacam-se as selecionadas para o Ciclo 4, em que foram abordadas questões históricas, políticas e sociais do contexto italiano ao trabalhar os filmes Parenti Serpenti (1992), Metti la nonna in freezer (2018), Rosso come il cielo (2006) e Nuovo Cinema Paradiso (1988). Como pudemos observar ao final das atividades, as discussões sobre temas sociais suscitadas a partir das temáticas abordadas em cada filme aplicavam-se tanto à realidade e contexto italiano, quanto ao brasileiro. Partindo do pressuposto de que o professor é um importante agente colaborador e formador do pensamento crítico, social e político, este artigo relata experiências de reflexão suscitadas a partir de temas sociais recortados de alguns filmes italianos e as contribuições para favorecer a criticidade no ensinoaprendizagem de línguas.

Biografia do Autor

Alessandra Paola Caramori, Universidade Federal da Bahia

Professora de Língua e Literatura italianas da Universidade Federal da Bahia e Coordenadora Nacional de Língua Italiana da Rede Andifes - IsF.

Marlon da Fonseca Misceno de Araujo, Universidade Federal de Santa Maria

Professor Bolsista da Embaixada Italiana no programa Idiomas sem Fronteiras, da Rede Andifes - IsF na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) promovendo cursos de extensão de língua italiana para a comunidade universitária e de Santa Maria. Mestrando em Estudos Linguísticos no Programa de Pós-Graduação em Letras na UFSM e graduado em Letras - Português/Italiano pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) - Curitiba/PR.

Suélen Najara de Mello, Universidade Federal do Ceará

Professora Pesquisadora/Colaboradora no Departamento de Letras da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Bolsista da Embaixada Italiana no programa Idiomas sem Fronteiras, da Rede Andifes IsF. Mestranda em Estudos da Tradução na Universidade Federal do Ceará (UFC), Pós-graduanda em Linguística Aplicada e Ensino de Línguas Estrangeiras na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e graduada em Letras - Português/Italiano pela UNESP - Câmpus de São José do Rio Preto/SP.

Referências

ARETIO, L. G. Para uma definição de educação a distância. Tecnologia Educacional, v. 16, p. 56-61, set./dez. 1987.

BRASIL, Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: Língua Estrangeira. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CALLEGARO, E. La didattica dell’italiano a stranieri attraverso il cinema. Dissertação (Tesi di Laurea Magistrale in Scienze del Linguaggio) - Ca' Foscari, Università di Venezia, Venezia, 134 f., 2015/2016. Disponível em: <http://dspace.unive.it/bitstream/handle/10579/10181/838638-1205191.pdf?sequence=2>.

CIPOLINI, A.; MORAES, A. C. Não é fita, é fato: tensões entre instrumento e objeto–um estudo sobre a utilização do cinema na educação. Educação (UFSM), v. 34, n. 2, 2009, p. 265-278.

CONVERTINI, T. Insegnare lingua con il cinema: una prospettiva alternativa. Italica v. 83, n. 1, 2006, pp. 22-33. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/27669043> Acesso em: 10 de março de 2022.

FERIGOLO, J. A língua enquanto sistema e a língua enquanto produção de sentidos para o sujeito. Revista Raído, v. 3, n. 6, 2009, p. 73-84.

MELLO, S.N.; ARAÚJO, M. M.; CARAMORI, A. P.; TEIXEIRA, J. M. O ensino de italiano no âmbito da Rede Andifes Idiomas sem Fronteiras nos tempos de ensino. Revista Italiano UERJ, v. 12, 2021, p. 207-226. DOI: https://doi.org/10.12957/italianouerj.2021.62601

ORLANDI, E. P. Eu, Tu, Ele: discurso e real da história. Campinas /SP: Pontes, 2ª edição, 2017.

PEDROZO, N. G. O Setor de Relações Internacionais das IFES e suas interfaces na universidade. In: CURSO ANDIFES DE GESTÃO DA INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA, 2ª. Edição, 2009, Brasília.

REIS, E. F.; STROHSCHOEN, A. A. G. Filmes na Sala de aula como Estratégia Pedagógica para aprendizagem Ativa. Revista Educação Pública, v. 18, 2018, p. 1-11.

SOUSA, C. A. M.; BATISTA, L. C. ; DIAS, D. B.. Cinema e educação: visibilidades e invisibilidades em contextos e diversidades educacionais. In: Renato de Oliveira Brito. (Org.). Internacionalização da Educação Básica e Superior: Desafios, Perspectivas, Experiências. Brasília: Universidade Católica de Brasília, 2020, p. 55-68.

Downloads

Publicado

2022-12-31

Como Citar

Caramori, A. P., Araujo, M. da F. M. de ., & Mello, S. N. de. (2022). Além da tela: a Itália através do cinema na sala de aula remota da Rede Andifes - ISF. Revista De Italianística, (44), 6-21. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.i44p6-21

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)