Le implicazioni didattiche della Teoria della Processabilità

Autores

  • Gabriele Pallotti
  • Assunta Giuseppina Zedda

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i12p47-64

Palavras-chave:

Teoria da Processabilidade, interlíngua, avaliação, ensino-aprendizagem de uma L2.

Resumo

Abordam-se as implicações didáticas da Teoria da Processabilidade, uma teoria da aprendizagem de L2 que focaliza seja os aspectos cognitivos seja os aspectos formais da aquisição de uma língua estrangeira, com interesse circunscrito à gramática e, em particular, à seqüência de desenvolvimento das capacidades de elaborá-la por parte de um aprendiz.

Publicado

2006-04-30

Como Citar

Pallotti, G., & Zedda, A. G. (2006). Le implicazioni didattiche della Teoria della Processabilità. Revista De Italianística, (12), 47-64. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i12p47-64

Edição

Seção

Vozes da Itália