Amministrare lo studio dell'italiano: l'Ufficio Scolastico del Consolato Generale d'Italia a San Paolo

  • Alessandro Dell'Aira
Palavras-chave: Tecnologias da informação, rede global, ensino do italiano no exterior, gestão de um "Ufficio Scolastico" no exterior.

Resumo

Este artigo retoma, em parte, uma questão geral já abordada nessa revista, ou seja, o uso correto das tecnologias da informação e da comunicação em campo cultural e didático. A questão diz respeito, principalmente, aos estilos de ensino/aprendizagem, de formação e de administração. A análise detém-se sobre o estilo de gestão de uma repartição pública - "Ufficio Scolastico"- numa situação atípica, exercida num território vastissimo para usuários distribuídos em seu território de maneira não homogênea. Conclui-se que o uso ágil e sistemático da rede global e das tecnologias informatizadas e telemáticas pode ajudar os "Uffici Scolastici" italianos no exterior a administrar, em contextos complexos, os principais problemas relacionados com a distância da Itália, seja no tocante ao ensino da língua italiana, seja no tocante à formação inicial e continuada dos docentes.

Publicado
2006-08-30
Como Citar
Dell’Aira, A. (2006). Amministrare lo studio dell’italiano: l’Ufficio Scolastico del Consolato Generale d’Italia a San Paolo. Revista De Italianística, (13), 113-124. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i13p113-124
Seção
Italiano em São Paulo