Dias, M. S. (2003) “Lavorare stanca: a formação de um problema”, Revista de Italianística, 0(6-7), p. 23-38. doi: 10.11606/issn.2238-8281.v0i6-7p23-38.