Uso da Dopplerfluxometria na avaliação do crescimento e desenvolvimento fetal

  • Antonio Fernandes Moron Faculdade de Saúde Pública- USP

Resumo

O crescimento e desenvolvimento fetal representa processo complexo, dependente da interação de inúmeros fatores. Dentre estes destaca-se a transferência de oxigénio e nutrientes do compartimento materno para o fetal. Este fenómeno está na dependência de ajustes contínuos na circulação utero-placentária durante a gravidez. A avaliação clínica da hemodinamica fetal e materna tornou-se possível nos últimos anos com o desenvolvimento da tecnologia Doppler. Este método não-invasivo realiza esta avaliação tanto de maneira qualitativa como quantitativa, e para tanto a literatura apresenta inúmeros parametros de normalidade. Este trabalho discute a importância dos estudos  do plerfluxométricos na avaliação do crescimento e do desenvolvimento fetal, particularmente nos casos de crescimento fetal retardado, anomalias fetais e nas intercorrências clínicas maternas associadas, como hipertensão arterial, diabetes melito e incompatibilidade sanguínea ao fator Rh. Paralelamente, são apresentados os resultados preliminares do autor utilizando esta tecnologia.

Biografia do Autor

Antonio Fernandes Moron, Faculdade de Saúde Pública- USP
Professor adjunto do Departamento de Tocoginecologia da Escola Paulista de Medicina e professor assistente doutor do Departarnento de Saúde Materno-Infantil da Faculdade de Saúde Pública USP
Seção
Estudo de Caso/Relato de Experiências