Explosão-fixa da onda-partícula

Autores

  • Diego Pereira Rezende Universidade Federal do Rio de Janeiro. Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-2158.i10p89-111

Palavras-chave:

Paradigma quântico, Imagem surrealista, Transdisciplinaridade

Resumo

Investigação que tem como objetivo analisar a fotografia “Explosivo fixa” (Man Ray, 1934) a partir do arcabouço da teoria quântica sustentado pela constatação da “dualidade onda-partícula”. Para isso, em um primeiro momento, abordaremos a edificação do “paradigma quântico” durante as primeiras décadas do século XX. Em um segundo momento, averiguaremos a potencialidade transdisciplinar consolidada por meio do desenvolvimento desse paradigma. E, em um terceiro momento, examinaremos a imagem surrealista criada por Man Ray e buscaremos explorá-la de acordo com o pensamento construído pelo “paradigma quântico” e pela transdisciplinaridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BACHELARD, Gaston. A filosofia do não; O novo espírito científico; A poética do espaço. Seleção de textos de José Américo Pessanha. Tradução de Joaquim José Moura Ramos. São Paulo: Abril Cultural, 1984.

BACHELARD, Gaston. Estudos. Tradução de Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 2008.

BENJAMIN, Walter. O surrealismo. O último instantâneo da inteligência europeia. In: Magia e técnica, arte e política. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BOHR, Niels. Física atômica e conhecimento humano: ensaios 1932-1957. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 1995.

BRETON, André. Manifestos do surrealismo. Tradução de Sergio Pachá. Rio de Janeiro: Nau, 2001.

EINSTEIN, Albert. Teoria da Relatividade Especial e Geral. Tradução de Carlos Almeida Pereira. Rio de Janeiro: Contraponto, 1999.

FABRIS, Annateresa. O desafio do olhar: fotografia e artes visuais no período das vanguardas históricas, volume 2. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2013.

FEYNMAN, Richard. Sobre as leis da física. Tradução de Marcel Novaes. Rio de Janeiro: Contraponto: Ed. PUC-Rio, 2012.

FREUD, Sigmund. O inconsciente (1915). In: Introdução ao narcisismo, Ensaios de metapsicologia e outros textos (1914-1916). Obras completas – Volume 12. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

GRIBBIN, John. À procura do Gato de Schrödinger. Tradução de Mário Berberan Santos. Lisboa: Presença, 1988.

HEISENBERG, Werner. A parte e o todo. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

HELDER, Herberto. Poemacto. In: Ou o poema contínuo. São Paulo: A Girafa, 2006.

NICOLESCU, Basarab. O manifesto da transdisciplinaridade. Tradução de Lucia Pereira de Souza. São Paulo: TRIOM, 1999.

PAGELS, Heinz. The cosmic code: quantum physics as the language of nature. New York: Simon & Schuster, 1982.

PEARL, Jed. Man Ray. Nova York: Aperture, 1988.

PLANCK, Max. Autobiografia científica e outros ensaios. Tradução de Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

POLKINGHORNE, John. Teoria quântica. Tradução de Iuri Abreu. Porto Alegre: L&PM, 2016.

ROSENBLUM, Bruce; KUTTNER, Fred. O enigma quântico: o encontro da física com a consciência. Tradução de George Schlesinger. Revisão técnica de Alexandre Cherman. Rio de Janeiro: Zahar, 2017.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

Rezende, D. P. (2020). Explosão-fixa da onda-partícula. Khronos, (10), 89-111. https://doi.org/10.11606/issn.2447-2158.i10p89-111

Edição

Seção

Dossiê “Artes, História das ciências e técnicas: interações”