O livro e o templo: poesia flaviana e arte cotidiana

  • Leni Ribeiro Leite Universidade Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: Estácio, Marcial, écfrase, poesia flaviana, literatura imperial romana

Resumo

A partir da compreensão de que a écfrase é um elemento retórico cujos limites eram mais amplos no mundo antigo do que em nossa contemporaneidade, este artigo tem por objetivo discutir a função da écfrase de objetos cotidianos nas poéticas de Marcial e Estácio como indicativos de mudanças sociais e culturais do período flaviano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-08-02
Como Citar
Leite, L. (2014). O livro e o templo: poesia flaviana e arte cotidiana. Letras Clássicas, 18(1), 85-93. https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v18i1p85-93
Seção
Artigos