“Para que deleite a visão e os olhos” (Tácito, Diálogo dos Oradores 22): ékphrasis ou descrição na historiografia taciteana

  • Ygor K. Belchior Universidade Federal de Ouro Preto
Palavras-chave: Tácito, Anais, Ékphrasis, Historiografia, Guerras Civis

Resumo

Neste artigo temos como objetivo observar a ékphrasis na historiografia Taciteana a partir da hipótese de que a sua principal função era a de gerar o efeito de “visibilidade” e de “prova”. Para tanto, focaremos no quadro metafórico da guerra civil empregado pelo historiador para descrever os conflitos entre a aristocracia e o imperador como “provas inartísticas” de que os eventos decorreram daquela maneira e ao mesmo tempo em que evidenciam o modelo histórico empregado por Tácito.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-02-10
Como Citar
Belchior, Y. (2015). “Para que deleite a visão e os olhos” (Tácito, Diálogo dos Oradores 22): ékphrasis ou descrição na historiografia taciteana. Letras Clássicas, 19(1), 69-81. https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v19i1p69-81