Mito e violência na tragédia <em>Agamêmnon</em> de Ésquilo

Autores

  • JAA Torrano Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v1i1p29-37

Palavras-chave:

Tragédia, dialética trágica, Deuses, numes, heróis e homens

Resumo

Na tragédia se confundem e se distinguem quatro pontos de vista e quadro graus da verdade: o ponto de vista e o grau de verdade próprios dos Deuses, o dos Daímones, o dos Heróis e o dos homens cidadãos da cidade-estado. Nessa multiplicidade de pontos de vista e de graus da verdade, instaura-se a dialética trágica, pré-filosófica, que investiga o sentido humano, o sentido heróico e o sentido numinoso (pertinente ao Daímon, "Nume") da justiça divina dispensada por Zeus e partilhada pelos homens da pólis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1997-10-14

Como Citar

Torrano, J. (1997). Mito e violência na tragédia <em>Agamêmnon</em> de Ésquilo. Letras Clássicas, 1(1), 29-37. https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v1i1p29-37

Edição

Seção

Artigos