De tranquillitate animi como exercício espiritual

Autores

  • Angélica Chiappetta Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v0i3p23-38

Palavras-chave:

Sêneca, estoicismo, filosofia helenístico-romana

Resumo

Este trabalho trata do diálogo epistolar de Sêneca De tranquillitate animi como exemplo de obra filosófica helenístico-romana. Para o estoicismo a filosofia é uma ars uiuendi e requer exercitação contínua que pode ser vista como uma “medicação interminável” em busca do beate uiuere.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1999-10-13

Como Citar

Chiappetta, A. (1999). De tranquillitate animi como exercício espiritual. Letras Clássicas, (3), 23-38. https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v0i3p23-38

Edição

Seção

Artigos