A raiva e as emoções em Aristóteles: as estratégias do status

Autores

  • David Konstan Brown University; Department of Comparative Literature

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v0i4p77-90

Palavras-chave:

Aristóteles, Retórica, teoria das emoções

Resumo

Esse artigo pretende examinar a concepção aristotélica de raiva conforme exposta no segundo livro da Retórica. Isso feito, buscar-se-á determinar como o filósofo a situa no contexto geral de sua teoria das emoções, levando em conta o enfoque atual da questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2000-10-14

Como Citar

Konstan, D. (2000). A raiva e as emoções em Aristóteles: as estratégias do status. Letras Clássicas, (4), 77-90. https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v0i4p77-90

Edição

Seção

Artigos