“A poetical dimension”: retórica e poesia em The Arcadian Rhetorike (1588), de Abraham Fraunce

Autores

  • Lavinia Silvares Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v0i13p69-92

Palavras-chave:

retórica, poesia, século xvi, The Arcadian Rhetorike, Abraham Fraunce.

Resumo

Dentre as artes retóricas compostas na segunda metade do século XVI na inglaterra,The Arcadian Rhetorike (1588), de Abraham Fraunce (c.1559–c.1593), apresenta uma diferença marcante. Se as artes retóricas do período propunham via de regra a partição antiga da retórica em cinco partes, o tratado de Fraunce divide-a em apenas duas partes: Elocução e Pronunciação. Seguindo de perto a proposta de Pierre de La Ramée (ou Petrus Ramus), Fraunce introduz na inglaterra a divisão pela qual caberão somente à Lógica as partes da invenção e da disposição, e somente à Retórica as partes da elocução e da ação. Exemplificando tropos, figuras, voz e gestos com poemas em grego, latim, inglês, italiano, francês e espanhol – de Homero, Virgílio, Sidney, Spenser, Petrarca, Tasso, Du Bartas, Boscán e Garcilaso, entre outros – Fraunce expõe os mecanismos retóricos da formulação da poesia, tal qual se concebia em seu tempo. Neste artigo, proponho-me a (1) apresentar as características principais da retórica “arcádia” de Fraunce, analisando as circunstâncias históricas de sua composição; (2) examinar a relação que mantém com outras artes retóricas e poéticas; e (3) discutir a importância que teve para a escrita de poesia no âmbito letrado da corte inglesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-19

Como Citar

Silvares, L. (2009). “A poetical dimension”: retórica e poesia em The Arcadian Rhetorike (1588), de Abraham Fraunce. Letras Clássicas, (13), 69-92. https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v0i13p69-92

Edição

Seção

Artigos