[1]
I. Braren, Por que Sêneca escreveu epístolas?, Let. Cláss., nº 3, p. 39-44, out. 1999.