Democracia e república: o dissenso sobre a liberdade e as linguagens modernas da política

Autores

  • Marcelo Sevaybricker Moreira Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2237-4485.lev.2013.132333

Palavras-chave:

Neorrepublicanismo, Liberalismo, Democracia, Liberdade

Resumo

O presente trabalho discorre sobre a relação entre democracia e república. A análise inicia-se com o debate sobre conceito de liberdade no fim do século XX, caracterizado pelo avanço conservador do liberalismo e, como reação a ele, pela recuperação da tradição política do republicanismo. Distante de ser uma mera querela entre eruditos, a disputa entre essas linguagens fundantes da era moderna indica e constituiu um fator do debate em que se definem as funções do Estado e da democracia. A concepção de liberdade dos chamados neorrepublicanos, todos antagonistas, em maior ou menor grau, do liberalismo e proponentes de uma visão alternativa da liberdade é, então, avaliada. Embora o neorrepublicanismo não apresente uma concepção acabada de democracia, ele permite formular uma visão integradora dos seus principais problemas, tendo como norte a eliminação de todos os obstáculos à liberdade

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Sevaybricker Moreira, Universidade Federal de Lavras

Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Professor Adjunto da Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Downloads

Publicado

2013-12-01

Como Citar

Moreira, M. S. (2013). Democracia e república: o dissenso sobre a liberdade e as linguagens modernas da política. Leviathan (São Paulo), (7), 44-76. https://doi.org/10.11606/issn.2237-4485.lev.2013.132333

Edição

Seção

Teoria Política