Notícias

Chamada para Dossiê "Teoria Política e Democracia"

2020-11-03

 

Os últimos anos têm sido marcados pela proliferação de debates sobre “crise das democracias”, tanto no âmbito acadêmico quanto na esfera pública de modo mais geral. A  crise dos partidos políticos tradicionais, a emergência de governos ou regimes com propensão populista, autoritária ou extremista, a dificuldade de assegurar os direitos humanos ou de minorias em contextos de polarização ou de radicalismo político, a compatibilidade ou incompatibilidade entre democracia e desigualdades profundas, e a dificuldade crescente de conciliar princípios constitucionais com o respeito da “vontade majoritária” expressa nas urnas têm sido alguns dos temas levantados por esse debate contemporâneo sobre “crise das democracias”.

Esta proposta de dossiê pretende reunir artigos que tragam contribuições de áreas consagradas da Teoria Política para pensar esses desafios enfrentados pelas democracias no mundo contemporâneo. Por um lado, serão aceitos artigos que estabeleçam alguma relação entre esses desafios atuais e temas clássicos tratados pela Teoria Política ao longo de sua história, como a tensão entre soberania (popular) e direitos humanos, ou temas clássicos do Pensamento Político Brasileiro, como os impasses da formação do Estado brasileiro e o patrimonialismo. Por outro lado, serão aceitos artigos que relacionem os desafios atuais das democracias a debates da Teoria Política Normativa contemporânea, como a tolerância esperada em relação a discursos de ódio ou antidemocráticos e a relação entre legitimidade democrática e justiça social.

Os artigos serão aceitos até 30/03/2021 pelo sistema on-line da Revista Leviathan. Além da chamada pública, o dossiê contará com artigos de professor/as convidado/as, entrevistas com pesquisadore/as  da área de Teoria Política e traduções realizadas pela equipe editorial.

Para acesso às normas de submissão da Revista: Diretrizes para autoras

Para acesso ao guia de fluxo de avaliação da Revista: Fluxo Editorial Leviathan

Organizadore/as

Felipe Freller
Gabriela Rosa
Lilian Sendretti

Saiba mais sobre Chamada para Dossiê "Teoria Política e Democracia"

Edição Atual

n. 15 (2017): Dossiê "Crise na América Latina: entre o passado e o futuro"

Com o dossiê “Crise na América Latina: entre o passado e o futuro”, a revista Leviathan inaugura a sua seção dedicada à área de pensamento político latino-americano. Trata-se de um passo inovador da revista. Ao incorporar as reflexões dessa área em expansão das pesquisas acadêmicas brasileiras, a Leviathan dá mostras de seu pluralismo de temas, enfoques e métodos. Isso transparece também na origem diversificada dos autores que compõem o dossiê.

Por outro lado, como temos cotidianamente, a crise na América Latina continua. No Peru, o suicídio do ex-presidente Alan Garcia; na Argentina, a inflação acompanhada de uma política de desinvestimentos sociais do governo de Maurício Macri, responsável por saliente piora no nível de vida de parte significativa da sociedade Argentina; na Venezuela, o embate entre as forças capitaneadas por Nicolás Maduro e pelos oposicionistas Juan Guaidó e Leopoldo López parece mexer em um conflito geopolítico maior, no qual encontramos Rússia e Estados Unidos representando interesses diversos. Por fim, no Brasil, o governo de Jair Bolsonaro (PSL) se mostra uma combinação perversa entre liberalismo econômico, conservadorismo moral, militarização da vida social, exceção jurídica, obscurantismos de toda sorte e o tradicional familismo típico daquilo que o próprio mandatário acusava de ser a “velha política”.   

Nos textos que compõem o dossiê, encontramos reflexões sobre a democracia – e o seu antípoda, o fascismo-, sobre as relações entre América Latina e Estados Unidos, sobre as utopias forjadas no debate cultural latino-americano e sobre as tensões que a formação brasileira impõe aos esquemas universalizantes do marxismo. Embora cada um dos artigos trate de temas e objetos específicos, é bastante sugestivo lê-los com os olhos voltados para os desdobramentos políticos do quais estamos diante. Impossível não ter certa sensação de vertigem, como se já tivéssemos os vistos. Um motivo a mais, portanto, para aprofundarmos nossos estudos sobre o pensamento político e social produzido em nosso subcontinente, área especialmente vocacionada para exame da formação e dos desdobramentos da consciência crítica diante desse enigma chamado América Latina.

Leonardo Octavio Belinelli de Brito

Rafael Marino

Publicado: 2017-05-07
Ver Todas as Edições