Ensino de língua estrangeira: concepções de língua, cultura e identidade no contexto ensino/aprendizagem

Autores

  • Cássia dos Santos Teixeira Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC
  • Maria D´Ajuda Alomba Ribeiro Universidade Estadual de Santa Cruz

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2236-4242.v25i1p183-201

Resumo

O presente artigo analisa a seguinte temática: Ensino
de língua estrangeira: concepções de língua, cultura e identidade no contexto ensino/aprendizagem. Na busca do tripé – língua, cultura e identidade, o presente estudo faz uma relação a partir desses aspectos, com vistas a uma (re)significação no processo ensino/aprendizagem de língua estrangeira, pois, quando se estuda uma língua estrangeira, é imprescindível, também, atentar-se para a cultura, bem como a identidade da língua em estudo. Tomando como base a língua, será discutida a visão da mesma, tendo como pressupostos teóricos a concepção estruturalista de Ferdinand Saussure (2000) e contemporânea de Mikhail Bakhtin (1986). No tocante a cultura, serão apontadas questões que visam à importância de se trabalhar aspectos culturais no ensino de língua estrangeira, com vistas a serem abordados não como acréscimo na aula, mas como elementos indispensáveis. Por fim, com base em Rajagopalan (1998), Beato (2004), dentre outros, será discutida a concepção de identidade, bem como sua constante transformação, com vistas a perceber a importância da identidade no ensino de língua estrangeira, pois esta pode favorecer o entendimento do entorno que envolve o eu e o outro no espaço de confluências, a saber, a sala de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-06-30

Como Citar

Teixeira, C. dos S., & Ribeiro, M. D. A. (2012). Ensino de língua estrangeira: concepções de língua, cultura e identidade no contexto ensino/aprendizagem. Linha D’Água, 25(1), 183-201. https://doi.org/10.11606/issn.2236-4242.v25i1p183-201