GRACILIANO RAMOS E AS APORIAS DO PERDÃO

  • Gustavo Silveira Ribeiro Universidade Federal da Bahia.
Palavras-chave: Perdão. Memória. Paradoxo. Violência. Infância. Graciliano Ramos

Resumo

O ensaio propõe ler a autobiografia Infância, de Graciliano Ramos, como um espaço de reflexão sobre a experiência paradoxal do perdão. Tomando como base a elaboração teórica desenvolvida por Jacques Derrida sobre o tema, a análise procura privilegiar as passagens em que Graciliano Ramos ao mesmo tempo rememora e desfaz as violências de que foi vítima, procurando reconsidera-las a partir de outros pressupostos éticos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Silveira Ribeiro, Universidade Federal da Bahia.
Doutorado em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil
Publicado
2015-12-20
Como Citar
Ribeiro, G. (2015). GRACILIANO RAMOS E AS APORIAS DO PERDÃO. Literatura E Sociedade, 20(21), 43-53. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i21p43-53
Seção
Artigos