Portal da USP Portal da USP Portal da USP

GRACILIANO RAMOS E AS APORIAS DO PERDÃO

Gustavo Silveira Ribeiro

Resumo


O ensaio propõe ler a autobiografia Infância, de Graciliano Ramos, como um espaço de reflexão sobre a experiência paradoxal do perdão. Tomando como base a elaboração teórica desenvolvida por Jacques Derrida sobre o tema, a análise procura privilegiar as passagens em que Graciliano Ramos ao mesmo tempo rememora e desfaz as violências de que foi vítima, procurando reconsidera-las a partir de outros pressupostos éticos.

 


Palavras-chave


Perdão. Memória. Paradoxo. Violência. Infância. Graciliano Ramos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i21p43-53

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.