Literatura e vida pública. Eça e Mário de Carvalho

  • Rosa Maria Sequeira Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais (CEMRI) – Universidade Aberta
  • Maria Cecília Vieira Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais (CEMRI) – Universidade Aberta
Palavras-chave: Literatura portuguesa contemporânea, crítica social, instituições, ironia

Resumo

Este artigo analisa a relação entre a literatura e a vida pública em Portugal em dois autores representativos da literatura portuguesa, Eça de Queirós e Mário de Carvalho. Eça de Queirós é provavelmente o escritor português do século XIX com mais projeção internacional. Mário de Carvalho possui atualmente uma vasta obra de mais de trinta anos que tem merecido a atribuição de vários prémios literários, nacionais e estrangeiros e é um leitor entusiástico de Eça que frequentemente menciona. Têm em comum a intenção formadora e reformadora através de uma ironia impiedosa e crítica acutilante das respetivas sociedades. Este artigo analisa algumas vertentes e instituições da sociedade portuguesa que merecem a sua crítica, nomeadamente o jornalismo, a política, as igrejas e a cultura dominante. A responsabilidade de trazer os cidadãos da apatia em que estão quanto à cultura e à política é evidente nestes dois autores que não apenas dão um testemunho da sociedade portuguesa, mas transmitem a indignação moral contra todas as formas de submissão aos poderes instituídos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosa Maria Sequeira, Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais (CEMRI) – Universidade Aberta

Rosa Maria Sequeira é professora no Departamento de Humanidades na Universidade Aberta e investigadora integrada no CEMRI – Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais, centro que coordenou entre 2013 e 2016. Tem-se dedicado, no ensino e na investigação, à Comunicação Intercultural e aos Estudos Comparados. É autora de Desejo e sedução. A circulação intercultural do donjuanismo, Lisboa: UAb /CEMRI /FCT, 2017.

Maria Cecília Vieira, Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais (CEMRI) – Universidade Aberta

Maria Cecília Vieira leciona Português e Literatura Portuguesa numa escola secundária. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares e doutorada em Literatura Portuguesa. É investigadora integrada no CEMRI – Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais da Universidade Aberta no Grupo de Investigação de Comunicação Intercultural. A sua investigação de doutoramento versou sobre a obra de Mário de Carvalho no contexto do pós-modernismo.

Publicado
2019-09-19
Como Citar
Sequeira, R., & Vieira, M. (2019). Literatura e vida pública. Eça e Mário de Carvalho. Literatura E Sociedade, 24(29), 227-240. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i29p227-240
Seção
Ensaios